Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Ainda preso na Polícia Federal, Ricardo Murad tenta habeas corpus para evitar que seja transferido para cela comum em Pedrinhas, pois não tem curso superior

O ex-secretário estadual de saúde do Maranhão, Ricardo Murad, continua na Superintendência da Polícia Federal na Cohama. Ele foi preso por conta da apuração do inquérito Policial nº 047/2016, instaurado para apurar irregularidades em relação ao desvio de recursos públicos provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS), destinadas pela Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão à Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Bem Viver, entre os anos de 2009 e 2013.
A princípio, Murad seria levado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, mas ainda falta a transferência de um dos acusados em Goiânia e que sejam encerradas todas as oitivas. Murad ainda será ouvido novamente após todos os depoimentos que continuam sendo colhidos.
A defesa de Murad corre atrás de um habeas corpus na Justiça Federal neste meio tempo para evitar que ele vá para o sistema prisional comum. Como não tem curso superior e nenhuma espécie de foro, Murad iria para a carceragem comum de Pedrinhas, dividindo cela com outros presos.
Do Neto Weba

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael