Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Caçambeiro entrou em desespero ao saber por terceiros que tinha atropelado jovem em Timon

cacamba1ronyO atropelamento do jovem Rony Paz ocorrido por volta do meio dia da sexta-feira da semana passada em frente ao Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, em Timon, continua provocando ecos. As feridas deixadas com a perda para a família ainda estão muito vivas e nesta semana surgiu mais uma revelação sobre este fato trágico.

De acordo com levantamento feito pelo eliaslacerda.com junto a funcionários do hospital Alarico Pacheco, o motorista da caçamba que atropelou o jovem rapaz só ficou sabendo que havia cometido o atropelamento após chegar ao hospital. Ele dirigia apressadamente em busca de socorro para sua filha que passava por uma convulsão.

Funcionários do hospital contaram ao eliaslacerda.com que o motorista ficou desesperado quando foi avisado por uma pessoa que terminara de atropelar um motociclista ao fazer uma volta brusca na avenida Luis Firmino de Sousa em direção ao hospital.

O caçambeiro descia a avenida e tinha intenção de levar a filha para a UPA, a Unidade de Pronto Atendimento de Timon quando foi avisado pela esposa que estava com ele da existência do hospital Alarico Pacheco logo ao lado do carro. A volta brusca na avenida em direção a unidade de saúde provocou o atropelamento.

A menina foi socorrida e passa bem,, mas segundo relatos,  mas o pai dela, o caçambeiro,  ainda está muito chocando com o fato do atropelamento.

anuncio-geraldin

2 cometários

João
Comentou em 18/10/16

Tirou a vida de uma pessoa. Tem que pagar por isto.

Eu, eu Mesmo
Comentou em 18/10/16

No Brasil não se paga por tirar querendo, imagina por homicídio culposo. Julgar é muito fácil. Tem que ouvir a parte acusada.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael