Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Condenado volta para a prisão por participação na morte de professor ocorrida em 2001 no centro de Timon

Acima Marco Antonio da Mata Alencar , que segundo o delegado Michel Sampaio, foi capturado na praça da Bandeira em Teresina e deverá voltar a cumprir a pena.

Que coisa ! Um homicídio ocorrido no centro de Timon em junho de 2001 voltou à tona nesta quarta-feira (21) após um fato inusitado ter acontecido.Um parente da vítima viu no centro de Teresina um dos acusados pelo crime que foi condenado pela justiça, mas que se encontrava em plena liberdade.

Marco Antonio da Mata Alencar estava na Praça da Bandeira, no centro da capital piauiense,  quando foi surpreendido pela polícia civil que o prendeu após ser acionada pelo parente da vítima. Ele foi condenado pela justiça criminal de Timon por participação no assassinato do professor da rede municipal de ensino,Edilberto Freitas. O crime aconteceu na Travessa Timbiras, bem ao lado da Câmara Municipal de Timon. Na época o caso teve grande repercussão em toda a cidade por conta da crueldade. O professor foi espancado e morto a pauladas e pedradas.

Acima o professor Edilberto Freitas – Morte ocorrida em 2001 ao lado da Câmara Municipal.

Um irmão da vítima contou ao eliaslacerda.com que foi um latrocínio e três homens participaram do crime. Um está foragido, outro cumprindo pena pelo crime e agora Marco Antonio também será reconduzido a prisão para também pagar pelo latrocínio.

O delegado Michel Sampaio, do 1º DP de Timon, foi quem comandou a recondução de Marco Antonio da Mata Alencar de Teresina para o regime prisional do Maranhão. De acordo com o delegado, o condenado não passou dois anos na prisão pela condenação e a prisão dele está em aberto, o que leva a crer que conseguiu fugir de Pedrinhas, onde cumpria a pena. “Nós o mandamos para o presídio do Maracujá em Timon onde ficará a disposição da justiça para removê-lo ou não para Pedrinhas novamente”, destacou o delegado.

Abaixo o mandado de prisão contra o acusado :

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael