Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Equipada e realizando bom trabalho, Guarda Municipal de Timon vira referência para outras cidades

Administração municipal estuda junto à Guarda a realização de novo concurso público para aumento do efetivo ainda neste ano

A atuação da Guarda Civil Municipal de Timon (GCM) tem sido essencial na proteção e segurança da população nos últimos anos. Pensando nisso, a Prefeitura de Timon tem garantido investimentos para ampliar a atuação dos 60 guardas da cidade. Criada por lei no ano de 1995, mas efetivada em 2008, a guarda vem ganhando investimentos nos últimos cinco anos com a aquisição de viaturas, armamentos, coletes à prova de bala e valorização profissional e, com isso, tem se tornado referência para outras cidades.

Comandada pelo guarda Thiago Jared, a sede da corporação fica localizada no bairro Santo Antônio, s/n, Rua A. O local funciona 24 horas, com escalas de plantão dos profissionais em regime de 30 horas de trabalho semanal. Além disso, são equipados com 3 viaturas, 2 motos e armamentos letais e não letais para uso diário. “Estamos recebendo grandes investimentos nos últimos cinco anos e ampliando a nossa atuação”, conta o comandante.

Através do entendimento entre a categoria e a secretaria de Administração do município, está sendo realizado um estudo de viabilidade para a realização de um novo concurso até o final deste ano. O guarda de Timon em carreira inicial recebe um salário de cerca de R$ 2.700,00, com carga horária de 30 horas, realidade bem diferente dos guardas da capital do Piauí, que têm o salário inicial de R$ 1.600,00 para a mesma carga horária e não possuem estatuto próprio.

“Estou na Guarda Municipal desde 2008, em torno de 10 anos de efetivo serviço, e de lá para cá tivemos muitas conquistas. Tivemos tanto a qualificação do guarda como a questão estrutural e a maior conquista que ganhamos nos últimos anos foi o estatuto, que garante a progressão salarial ao longo do tempo de serviço”, disse o Inspetor Jairo, que ainda completou explicando: “A tendência, de agora em diante, é que os próximos concursos sejam para nível superior, seguindo demais órgãos de segurança pública no Brasil todo. Isso é uma maneira, também, de qualificar os guardas e melhorar a questão salarial”.

Reconhecida como modelo para diversas cidades do Maranhão e até de outros Estados, a GCM já recebeu visitas de representantes das cidades de Grajáu, Codó, Açailândia, Bacabal, São Mateus e Caxias, além da capital do Piauí, Teresina. A guarda da capital piauiense, por exemplo, veio a Timon para conhecer de perto o funcionamento e o estatuto da guarda da cidade que já está vigente.

“Visitamos a Guarda de Timon porque já é modelo para outras cidades próximas. Eles são referência para nós que estamos começando”, disse Geilson Henrique, presidente do Sindicato dos Guardas Civis Municipais de Teresina (SINDGCM-THE). Ele ainda conta que atualmente a guarda de Teresina possui um efetivo 150 homens e faltam alguns equipamentos que são necessários para compor a rotina de trabalho, como é o caso das armas de choque e rádios para comunicação.

O comandante da CGM de Timon, Thiago Jared, conta: “Durante esse período de atuação da guarda, tivemos algumas dificuldades, mas muitas outras conquistas. Houve, no inicio de 2013, a aquisição de algumas viaturas, depois tivemos a aquisição de armamentos, coletes balísticos, rádios comunicadores, aqueles equipamentos que são essenciais para o bom serviço. Agora estamos estudando junto à administração municipal a realização do concurso para aumento do efetivo da guarda”.

(Da assessoria)

1 comentário

marcelo
Comentou em 19/07/18

Até parece, se fosse tão boa assim teríamos a presença dela nas escolas a noite evitando-se assaltos constantes dentro destes prédios em especial anoite, deixem de gastar combustível e fiquem parados nas escolas.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael