Estuprador e assassino diz que se alimentou de rapadura e farinha no esconderijo

tiãoJá está preso no presídio Jorge Vieira em Timon, Francisco das Chagas do Nascimento Silva, apelidado por “Tião”. Ele é acusado de ser o estuprador e assassino da estudante Maria Aniely da Silva Carvalho, de 22 anos, crime ocorrido no último dia 16 de maio no bairro Parque Alvorada. O estupro e morte da garota que estava aniversariando naquele dia,  chocou Timon e região pelo grau de violência empregado pelo acusado e foi presenciado pela mãe dela, Elizabete da Silva Carvalho, de 37 anos, que também foi esfaqueada e quase morreu.

Francisco das Chagas do Nascimento Silva, o “Tião” se entregou a polícia na última quinta-feira (2/06) por volta das 22 horas, depois de ser aconselhado pela família.

Morador da Vila do Bec 2, “Tião” foi identificado pela polícia depois de denúncias de pessoas que viram ele chegar em casa na madrugada com uma faca na mão melada de sangue, sem camisa e com as costas arranhadas.

Em depoimento a polícia, ele disse como ficou escondido durante esses 17 dias. Trabalhador no transporte de lenha em caminhões, o acusado afirmou em seu depoimento não lembrar de nada do fato, mas acreditar que possa ter sido ele mesmo o autor da barbaridade. Relata que estava há tempos sem beber e que naquele dia bebeu muito em vários bares diferentes e ao voltar pra casa encontrou as duas mulheres.

 

Alimentação a base de rapadura e farinha

“Tião” contou que após o crime,  no dia seguinte foi para o rio Parnaíba e ao voltar pra casa avistou de longe policiais em sua casa. Quando os agentes deixaram a residência ele voltou pra casa e foi informado pela irmã que os policiais estavam querendo lhe prender pelo crime ocorrido. “Tião” diz que passou num comércio local comprou cinco rapaduras e farinha e se escondeu no mato, na região do povoado Trabalhosa, tendo ficado lá por todos esses dias.

Para a polícia, este relato é pouco provável que seja verdade. Os policiais acreditam que ele deva ter ficado com essa alimentação somente por poucos dias. “O mais provável é que alguém da família tenha levado comida pra ele. Tanto que sempre a gente visitava a casa dele  recomendava a família a convencê-lo a se entregar, pois nossas buscas em povoados que recebíamos informação de que poderia está como Fazenda Nova, Garapa e outros, nunca tivemos sucesso”, disse ao eliaslacerda.com o delegado de Homicídios Ricardo Freire.

O passado de ataque a mulheres

 

Francisco das Chagas do Nascimento Silva, o “Tião” já tem passagem pela polícia. No histórico policial dele há registros de dois assaltos praticados contra mulheres. “As vítimas dele foram todas mulheres e sempre assaltava armado de faca”, diz o delegado Ricardo Freire.

Mãe da vítima vai depor na segunda-feira

Elizabete da Silva Carvalho, a mãe da estudante assassinada, depois de algumas cirurgias e quase 15 dias no hospital, recebeu alta  e já está em casa. Ela deve prestar seu primeiro depoimento a polícia na próxima segunda-feira (9).

“O depoimento dela vai ser somente para fecharmos o inquérito. Temos hoje 100% de certeza que foi o “Tião” que praticou esse assassinato. As costas dele ainda estão arranhadas pelas unhas da mãe da garota na hora da luta travada entre os dois em que ela se defendia das facadas desferidas por ele”, disse o delegado.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik