Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Homem que matou a golpes de marreta mãe e filha na semana passada em Codó, cometeu suicídio na prisão

Acusado foi encontrado morto dentro da prisão. Veja foto acima

Foi confirmada no último final de semana a morte por enforcamento de Antonio Bezerra de Jesus, de 52 anos, que na verdade seu nome verdadeiro é Erinaldo Pereira Gomes, o mesmo usava documentos falsos e matou mãe e filha em Ccodó a golpes de marreta e cassetete.

Erinaldo estava preso no presido de Codó e foi encontrado morto na tarde de ontem , domingo (15),  por policias. Erinaldo foi colocado em uma cela sozinho e separado dos demais presos por motivos de segurança devido aos crime bárbaros cometidos por ele.

Na tarde de ontem ele rasgou os panos da cama e fez uma corda denominada de “Teresa” e se enforcou, tirando assim a própria vida.

Além do crime de matar mãe e filha em Codó, Erinaldo Pereira Gomes foi condenado a 27 anos de prisão pelo  art 121 parágrafo 2,I eII, 211 e 213 do PCB homicídio qualificado e ocultação de cadáver no estado do Pará, mas  depois de ter passado 7 anos em prisão fechado, ganhou o direito do semiaberto e na primeira oportunidade que teve  saiu e não retornou mais a penitenciaria de Altamira. Quando fugiu de Altamira ele mudou de nome pra não ser encontrado pelo crime anterior onde ele estuprou e matou uma criança. A vítima se chamava Marlene e tinha 11 anos de idade.

O suicida era portanto reincidente no crime contra mulheres.

(com informações da Ramirya Santiago e do Codó Notícias)

1 comentário

Miguelim
Comentou em 16/10/17

Pelo jeito, foi, foi tarde…

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael