Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Juiz presidiu audiência coletiva nesta manhã com menores infratores de menor potencial ofensivo

O juiz da Vara da Infância e Juventude de Timon, Simeão Pereira(foto ao lado), presidiu na manhã desta segunda-feira (11), no auditório do fórum da comarca, “audiências admonitórias”, em formato coletivo, para aplicação de medida de advertência a adolescentes autores de atos infracionais considerados de menor potencial ofensivo.

Além do magistrado, também alertaram sobre as consequências da prática de novas condutas infracionais, o promotor de Justiça, Fernando Evelin de Miranda e a Defensora Pública, Creuza Maria Lopes.

Por meio de seu testemunho, um reeducando assistido pela Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC), relatou sua experiência como adolescente infrator, o período em que cumpriu medida de internação em unidades da FUNAC, em São Luís, com a posterior condenação, por crimes violentos praticados após ter alcançado a maioridade, ingressando no sistema penitenciário.

Ao final, os adolescentes foram orientados a seguir uma trajetória de vida diferente, evitando as más companhias e do uso de drogas, de forma a não ter de enfrentar a dura realidade do sistema penitenciário.

Em seguida, a psicóloga Katherine Leal e assistente social Helayne Moura, da Equipe Multidisciplinar da vara, exibiram vídeo educativo, abordando os fatores de risco, que contribuem para a prática de atos infracionais, destacando o papel preventivo que pode ser exercido pela família, de forma mais vigilante quanto ao comportamento social dos filhos, ao acompanhamento escolar, à relação com amigos e as drogas.

Segundo a avaliação do juiz, a iniciativa da Vara da Infância e Juventude foi bem recebida, sobretudo pelos pais e responsáveis dos adolescentes, por acreditarem que as orientações recebidas por seus filhos na audiência servirão para que não reincidam na prática de condutas infracionais e procurem ser mais comprometidos na vida escolar e participem da convivência social, de forma ordeira e responsável.

(Da assessoria do TJ- Ma)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
Ateliê dos Doces