Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Tribunal Popular do Júri condenou em Timon acusado de matar o jovem Rui Fernandes Neto, crime ocorrido no Parque Piauí em 2015

Acima Rui Fernandes Lima Neto, que foi morto em 2015, no Parque Piauí, em Timon.

Abaixo Maiquim, que foi condenado pelo Tribunal Popular do Júri.

O Tribunal Popular do Júri de Timon reuniu durante o dia de ontem (24) para julgar Marcos Vinicius da Costa Ozório , o “Maiquim” e Oton Wanderley Ferraz Costa, acusados de participação na morte do jovem Rui Fernandes Lima Neto, crime ocorrido no dia 8 de outubro de 2015, na rua 5, no bairro Parque Piauí, onde a vítima morava.

Os dois foram presos naquele mesmo ano , um mês depois do crime, numa ação antidrogas liderado pelo delegado Ricardo Freire e policiais daquela delegacia.

No julgamento presidido pelo juiz Francisco Reis e que teve o promotor Fernando Berniz na acusação, Marcos Vinicius da Costa Ozório , o “Maiquim”,foi condenando a 28 anos de reclusão. A condenação foi maior devido Maiquim ser reincidente em outros crimes.

Defendido no júri pelo advogado Hidemburgo Cavalcante, Oton Wanderley Ferraz Costa, que era acusado no processo de ter pilotado a moto que conduziu Maiquim no dia do crime, foi absolvido por quatro votos a três.

O julgamento foi dos mais demorados e terminou por volta das 23 horas e 40 minutos da terça-feira última (23).

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael