Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Secretarias que devem ser extintas no governo Luciano Leitoa

O prefeito de Timon Luciano Leitoa não abre a boca para falar o nome das secretarias que ele pretende extinguir com o estudo de reforma administrativa a ser implantado nesta sua segunda gestão. Fora a definição de que o vereador do PSB, Jair Mayner vai para a Secretaria Municipal de Agricultura para propiciar o retorno de Leandro Belo (DEM) para a Câmara Municipal, nem os mais próximos aliados do gestor municipal sabem o que passa na cabeça dele.

Mesmo com todo esse silêncio que lhe é peculiar, Luciano Leitoa não consegue segurar algumas informações que já começam a vazar sobre possíveis interesses seus em mudanças que pretende implantar. Uma que até agora é dada como certa para acontecer é a extinção da Secretaria Municipal de Segurança Pública. Dirigida até o ano passado pelo advogado Messias Brito, a pasta está desocupada desde de dezembro último.

Outra pasta que pode está na mira do gestor municipal é a Secretaria Municipal de Direitos Humanos, que estava sob o comando do suplente de vereador Hélder Kaic. Nos bastidores do governo a conversa mais frequente é de que o prefeito está disposto a promover uma fusão da pasta com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES).

No mesmo propósito de mudança pode está a Secretaria Municipal de Cultura. Esta seria incorporada pela Secretaria Municipal de Administração.

 

Mudanças no secretariado

O silêncio de Luciano Leitoa tem dificultado até mesmo imaginar que mudanças ele pretende fazer no secretariado nesta nova gestão em relação a quem fica e quem deve sair do governo. O único ponto em que convergem todos as fontes do eliaslacerda.com em relação ao que pretende Luciano Leitoa é que o gestor não tem nenhum interesse em mexer na espinha dorsal de sua gestão que lhe garantiram aprovação da população e vitória nas urnas com quase 11 mil votos de diferença para seu adversário Alexandre Almeida.

Dentro deste entendimento, pelo menos três nomes comporiam a lista daqueles que o prefeito não tem interesse em mexer. Seriam eles: Márcio Sá, na saúde, Dinair Veloso, na educação, e Rosário Leal, na Secretaria de Assistência Social.

Fora isso é sabido também que ele precisará promover mudanças na administração com vistas a acomodar aliados, especialmente suplentes de vereador que obtiveram boa votação no pleito último. Onde os colocar continua sendo mistério…

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
TekyNik