Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Vereador espera posição de promotoria contra organizadores do Timon Junino

juarez prontDo jornal O Leste – O vereador do partido Solidariedade, Juarez Morais, afirmou  que ainda está aguardando uma posição do Ministério Público timonense sobre suas denúncias feitas contra o deputado estadual Alexandre Almeida e entidades organizadores do Timon Junino do ano passado. Ele protocolou no final do ano passado uma representação no Ministério Público denunciando supostas irregularidades que diz ter havido no evento que consumiu quase 500 mil reais em 3 dias de festa com dinheiro de emendas do deputado.

Segundo o que foi protocolado pelo vereador, as  entidades citadas   são o Instituto Cocais – ICOCAIS, portadora do CNPJ/MF 11.374.785/0001-89, com sede na Rua Domingos Francisco de Sousa, 837 – Parque Alvorada , em Timon, Maranhão, representado por José dos Santos Oliveira e o Instituto Vida & Ação de CNPJ/MF 08.934.633/0001-89, representado por Zuleide de Souza Lima, com sede na Rua Manoel Viana Vaz, 415, Parque Piauí, também em Timon.

O Instituto ICOCAIS teria recebido do Governo do Maranhão, através da emenda liberada pelo deputado Alexandre Almeida, R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), através do Convênio 087/2015. Já o Instituto Vida & Ação teria recebido, através da Lei de Incentivos à Cultura, R$ 297.156,90 (duzentos e noventa e sete mil, cento e cinquenta e seis reais e noventa centavos), para realizar o mesmo evento, no mesmo dia, mesmo local e o mais impressionante, com as mesmas atrações artísticas.

O vereador se mostrou desconfiado em relação aos valores que foram gastos só com apresentação de bois que totalizaram 110 mil reais. Juarez também achou muito estranho a contratação de uma produtora de eventos, fundada em março de 2014 com capital social de apenas 20 mil reais e que recebeu só para o evento de 2015  mais de 260 mil reais para a realização do evento.

Quando foi formulada a denúncia

De acordo com Juarez Morais, a representação de improbidade contra os Institutos Cocais, Vida e Ação e o deputado estadual Alexandre Almeida foi protocolada no Ministério Público de Timon no dia 2 de dezembro do ano passado. No dia 15 de janeiro o promotor da improbidade, Sérgio Ricardo Martins, passou o caso para o colega Antonio Borges Júnior, oportunidade em que foram notificados os denunciados.

Os acusados pediram prorrogação, o ministério público deferiu, sendo que no dia 4 de fevereiro último os institutos e o próprio deputado estadual Alexandre Almeida apresentaram suas respostas à promotoria.“Devo visitar em breve o promotor Antonio Borges para saber em que pé se encontra a denúncia”, disse o vereador Juarez Morais a reportagem do jornal O Leste.

propaganda


Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 64

Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 69

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael