Alarico Pacheco, um hospital sem solução no governo Roseana e que segue do mesmo jeito no governo Flávio Dino

Considerado um dos mais importantes aparelhos da saúde pública do estado  em Timon nas gestões de Jackson Lago e seus antecessores, o Hospital Regional Alarico Pacheco deste o último ano do governo Roseana Sarney se tornou uma das estruturas mais inoperantes do governo do Maranhão no município. Com uma reforma iniciada na gestão da ex-governadora que tinha Ricardo Murad como secretário da saúde, o Alarico foi planejado para ser ampliado e equipado, o que o transformaria num Hospital Geral referência para a saúde pública da cidade.

Passados mais de quatro anos de que foram iniciadas as obras no hospital,  nada mudou. Ou melhor, mudou pra pior, pois desde que a reforma no prédio foi iniciada o Alarico Pacheco perdeu muito de suas funções com redução drástica nos seus serviços.

Nem a mudança de comando do governo estadual conseguiu impor freio a inoperância do Alarico. Flávio Dino faz agora dois anos e meio de mandato e a pasta da saúde já está no segundo secretário sem que haja solução para a interminável obra de reforma e ampliação do hospital que há quatro anos se arrasta sem avançar.

Enquanto a tal reforma que poderá potencializar o hospital não vem, o timonense que precisa de uma cirurgia médica tem que enfrentar enormes filas de espera. São atualmente quase mil pacientes aguardando por uma cirurgia, uma demanda reprimida lamentável.

Lamentável por que no Alarico Pacheco existem uma lista enorme de bons profissionais que poderiam estar trabalhando para reduzir esse número ou até mesmo acabar com esse problema. São médicos cirurgiões de distintas especialidades que recebem seus salários rigorosamente em dia, mas não podem fazer intervenções cirúrgicas por falta de estrutura no hospital, equipamentos que deverão ser implantados quando terminar a reforma que ninguém sabe quando vai terminar.

Novo diretor Dolival Andrade : esperança de mudança

Com novo diretor, Dolival Pereira de Andrade, ex-presidente do PDT e ex-diretor do hospital na gestão Jackson Lago, os leitoistas apostam que os tempos vão melhorar para o Alarico Pacheco. Eles acreditam que o empenho do deputado estadual Rafael Leitoa em sintonia com o trabalho de Dolival pode, finalmente, tirar o hospital da sua condição inoperante e conseguir fazer andar a reforma que o transformará numa unidade de saúde referenciada não só para Timon, mas para a região.

Com tanto tempo esperando, o timonense olha com desconfiança que o nó da reforma interminável possa finalmente ser agora desatado. Pior é saber que a desconfiança tem motivos de sobra para existir…

2 cometários

Lu
Comentou em 13/07/17

Realmente era pra ser um Hospital melhor com boas estrutura , salas pra pré partos, salas pras mamães que já tiverao bebê que são poucas e muitas lá abandonada em obras isso e injusto com nois Timonense eu pelomenos me sinto bem no Alarico mas temos que reconhecer que lá deveria ser bem melhor do que é estou gestante e pela terceira vez faço tudo no Alarico das consultas a hora de ter bebê . Mas Deus nunca falha e a hora vai chegar cadê o Luciano que falou na campanha muito no Alarico , no hospital do parque Alvorada pois vai ter uma reforma no Caick vai ser bom pra população vai sim vai ser um colégio militar mas a saúde , um hospital de qualidade era muito melhor pq nossa saúde e fundamental

ze carlos
Comentou em 14/07/17

TIMON MERECE QUE O ALARICO FUNCIONE COM O SEM A REFORMA EM ANDAMENTO, CLARO QUE A REFORMA TEM QUE TERMINAR MAS TUDO NO HOSPITAL TAVA PARADO MAS TENHO CERTEZA QUE COM DOLIVAL E DR JAMES A FRENTE AS COISAS VÃO MUDAR

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik