Saúde

Assista: Deputado Eduardo Bolsonaro ameaça bater em deputado PT após fala do petista

O deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) perdeu o controle e correu na direção do colega Marcon (PT-RS)  nesta quarta-feira (19) na Câmara federal após o petista afirmar que seu pai, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL-RJ), simulou a facada que sofreu durante a campanha presidencial de 2018, em Juiz de Fora (MG).

Exaltado, Bolsonaro o chamou de “viado” e “filho da puta”. “Seu viado, quis me tirar do sério e conseguiu”, criticou. “Tu tá maluco, vocês tentaram matar meu pai, filho da p**. Está achando que está na internet? Te enfio a mão na cara e perco o mandato, mas com dignidade, coisa que você não tem”, continuou.

Só eu, minha família e os mais próximos sabemos pelo o que passamos. É inaceitável baixar a cabeça para deboche com a tentativa de assassinato de meu pai chamando o fato de falso, de ter sangrado pouco. Meu mandato não estar acima da honra de meu pai, com ele vou até a morte.

Em seguida, durante discurso no plenário, Dionilso Marcon criticou a posta de Eduardo e anunciou que o PT entrará com ação no Conselho de Ética da Câmara contra o filho de Jair Bolsonaro, por quebra de decoro.

A deputada Duda Salabert (PDT-MG) também comentou sobre o assunto e repudiou as ações de Bolsonaro. “Lamentável! Falas homofóbicas, misóginas e extremamente violentas”, escreveu.

De O Povo com vídeo do UOL

1 Comentário

  1. A matéria correta. Deputado diz que a facada em Bolsonaro não existiu e Eduardo Bolsonaro partiu pra cima dele…

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade