Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Em áudio, juiz que atirou em irmão na cidade de Imperatriz, desafia a polícia e o judiciário do Maranhão

O juiz aposentado Erivelton Cabral foi preso na tarde da última segunda-feira (18) após cumprimento de um Mandado de Prisão Preventiva expedido pela juíza Ana Lucrécia, da Primeira Vara Criminal. Ele tentou assassinar o irmão, Elton Cabral, no Iate Clube de Imperatriz. A vítima foi atingida no abdômen e não corre risco de morte.O juiz foi preso enquanto prestava depoimento na Delegacia de Homicídios e solto logo em seguida. Em um áudio em redes sociais, o ex-juiz afirma que ficou apenas duas horas e meia na companhia do delegado.– Deboche Erivelton diz que durante este tempo dava dicas ao delegado. Erivelton ainda zomba do irmão que, segundo ele, tem que trabalhar para ganhar dinheiro enquanto ele “recebe trabalhando ou não trabalhando”.– Afronta ao Tribunal de Justiça do Maranhão

No áudio ele ainda afirma que “já derrubou uma presidente de Tribunal de Justiça” e que não tem “receio de meter um tiro na cara” de qualquer magistrado “homem”. Erivelton finaliza o áudio afirmando que nem toda a polícia do Maranhão é capaz de segurá-lo.

Por conta dos áudios abaixo, em Audiência de Custódia, na noite de ontem , terça-feira (19), a juíza Ana Lucrécia Bezerra decidiu não revogar a prisão do juiz, suspeito de dupla tentativa de homicídio no fim da tarde de domingo (17). Ou seja, Erivelton Cabral vai continuar preso, no Centro de Ressocialização de Justiça de Imperatriz.

(Do blog do Domingos Costa e do portal mirante)

 

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael