Hotel Parna
Geral

Jornalista que trabalha na Câmara de Timon é premiada por trabalho na ajuda a dependentes químicos



Governo do Estado do Maranhão

Por meio de trabalhos em ONGs, a jovem jornalista também já contribuiu com a alegria de diversas crianças carentes através de ações desenvolvidas, entre elas distribuição de brinquedos e cestas básicas, além da realização de eventos lúdicos no interior do Estado.

Isadora é voluntária em centros para dependentes químicos e ex-presidiários.
Isadora é voluntária em centros para dependentes químicos e ex-presidiários.

A jornalista e militante social Isadora Alves, que hoje atua como Assessora de Comunicação da Câmara Municipal de Timon, recebeu, na noite da última sexta-feira (26), o Prêmio REMADD, honraria promovida pela Rede Maranhense de Diálogos sobre Drogas a pessoas e instituições que se dedicam na luta e prevenção contra as drogas e em defesa das minorias no Estado. A cerimônia foi realizada no Teatro da Cidade, em São Luís, e contou com a presença de diversas autoridades, entre mobilizadores sociais, religiosos, políticos, militares e sociedade civil.

Este ano, 11 categorias foram estabelecidas, dentre elas: Prevenção; Cuidado; Redução de danos sociais e à saúde; Literatura; Grupos de Mútua Ajuda; Pesquisas e Avaliações; Tratamento; Inserção e Reinserção Social; Justiça e Segurança; Políticas Públicas e Comunicação, que homenageou a jovem, entre profissionais e veículos de comunicação.

Natural de Santa Inês, e atuando na comunicação desde 2009, Isadora tem se destacado pelo seu dinamismo e profissionalismo. Redatora, editora, repórter, colunista, já atuou em jornal impresso, emissoras de rádio e TV e para prefeituras do interior do estado. Já exerceu o cargo de Assessora de Comunicação na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, além de trabalhar como Consultora de Marketing Político em campanhas eleitorais, atuando e coordenando campanhas políticas.

Seu maior destaque, sobretudo, é pelo papel social. Militante desde 2012, Isadora Alves é voluntária em centros para dependentes químicos e ex-presidiários, que objetivam a ressocialização dos acometidos pelas drogas. Outra defesa levantada por ela é a causa animal, a qual tem se dedicado e contribuído no resgate e cuidado de animais de rua em situação de abandono.

Por meio de trabalhos em ONGs, a jovem jornalista também já contribuiu com a alegria de diversas crianças carentes através de ações desenvolvidas, entre elas distribuição de brinquedos e cestas básicas, além da realização de eventos lúdicos no interior do Estado. Por meio do projeto “Semana da Saúde Visual”, Isadora viabilizou consultas e exames de vista gratuitos à população menos favorecida e óculos a preços acessíveis. O projeto já chegou a 72 municípios do Maranhão.

Dentre tantos trabalhos já exercidos, Isadora Alves mostra que sua maior vocação é servir ao povo. Atenciosa, prestativa e acima de tudo humana, faz por merecer o prêmio Remadd 2017 e todo reconhecimento.

(Da assessoria)

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte