Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Licença do vereador Adão da Ceasa sacode a Câmara Municipal de Timon e surpreende oposição

A licença surpresa tirada pelo vereador Adão da Ceasa na Câmara Municipal de Timon acabou mexendo e muito com os vereadores de oposição ao prefeito Luciano Leitoa.  Com ampla maioria na casa onde contavam com folgados 12 votos contra apenas 9 dos aliados do prefeito, o chamado grupo do  G11 que foi o responsável por eleger o atual presidente da casa , Hélber Guimarães, soube de cara muito feia sobre a licença de Adão da Ceasa para oportunizar o suplente Edison Lima.

A chegada do suplente é vista como uma perda para o fechado grupo do G11 onde tem os seus mais unidos integrantes o próprio presidente Helber Guimarães, Antunes, Ramon Jr., Cacá, Socorro Waquim, Dr. Tuá, Claudia Regina, Anderson Pêgo,Henrique Júnior e  Raimundo da Ração.

Juarez Morais também integra a oposição, mas entre alguns membros do grupo seu nome não é visto de bom grado e nem de confiança.

A perda de Adão da Ceasa com sua surpreendente licença para tratar de assuntos particulares por de 120 dias cedendo vaga a Edison Lima, foi vista dentro do G11 como uma traição do vereador. Mesmo Adão tendo sido o homem que foi escondido debaixo de sete chaves na véspera da eleição para presidência da Câmara e voto decisivo para a vitória de Hélber, o que não faltaram nas últimas horas  foram críticas ao vereador por parte de integrantes do G11.

Nos bastidores é conversa recorrente que a decisão de Adão da Ceasa em beneficiar o suplente teve como uma das principais causas os  compromissos assumidos e não cumpridos pela atual diretoria da Câmara que se elegeu com seu decisivo voto. Na gestão Hélber Adão não tem sido lembrado e alguns até o escantearam das várias benesses que tem chegado aos que ajudaram a eleger a atual diretoria.

O eliaslacerda.com conversou com Humberto Silva, o presidente do PL de Timon ao qual está filiado Adão da Ceasa. Ele informou que a decisão do vereador em se licenciar por 120 dias não foi surpresa dentro do partido. “Adão da Ceasa tinha um compromisso com o suplente Edison Lima em oportunizá-lo a assumir mesmo antes da eleição para presidência da Câmara. Ele apenas cumpriu com o que prometera ao Edison Lima”, contou Humberto.

Alinhado a base do prefeito Luciano Leitoa, Humberto Silva disse que o PL,  assim como Edison Lima vão trabalhar para o fortalecimento do apoio ao governo do prefeito Luciano Leitoa na Câmara. “Adão da Ceasa deverá ficar no PL para buscar sua reeleição em 2020 e junto com Edison Lima vamos está no grupo do prefeito Luciano Leitoa e do ex-prefeito Chico Leitoa”, disse Humberto Silva.

Enquanto Humberto Silva faz planos para unir o partido e reforçá-lo para a eleição municipal do próximo ano, na Câmara os vereadores de oposição ao prefeito Luciano Leitoa fazem reuniões e contas para saber o tamanho do prejuízo que poderão ter com a perda.

Há quem diga que nas últimas horas o G11 manteve até algumas reuniões para tratar do assunto. Na pauta também, claro, os problemas divulgados na imprensa 9leia-se eliaslacerda.com) e as repercussões negativas de atos que a atual diretoria da casa vem promovendo. Aliás, problemas estes que ainda são muito pequenos na atualidade comparado ao tamanho que podem ter num futuro bem próximo. Mas este é assunto que vamos tratar aos poucos ao longo de novas publicações…

 

 

1 comentário

DENIS SERVIO
Comentou em 27/07/19

Alguns aí da oposição arrogam-se donos da consciência alheia como se o citado vereador tivesse cabresto q nem parte do eleitorado deles.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael