Pesquisa sobre a prevalência de infecção pelo novo coronavírus no Maranhão começou nesta segunda (27)

A Universidade Federal do Maranhão e Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão iniciaram nesta segunda-feira, dia 27, uma pesquisa de Prevalência de Infecção por COVID 19 no Maranhão.

O objetivo geral da pesquisa será realizar inquérito populacional domiciliar por amostragem para estimar as prevalências de anticorpos contra o vírus SARS-COM-2 no Maranhão, bem como Estabelecer a extensão de acometimento nos municípios maranhense segundo porte populacional; Estimar a adesão da população as medidas de distanciamento social; Uso de máscaras, Distanciamento físico e higiene das mãos, entre outros.

De acordo a metodologia os municípios foram agrupados segundo o tamanho populacionais e destes foram sorteados 69 municípios e 120 setores censitários, incluindo Zona urbana e rural, contemplando 4.080 participantes nas 19 regiões de saúde).

Na região de Timon dois municípios participarão da pesquisa, Timon com 5 setores censitários, sendo 4 na Zona Urbana: Parque Piauí, Parque Alvorada, Parque São Francisco e Mateuzinho e Zona Rural são os povoados na região do Riacho do Pinto. Outro Município sorteado foi São Francisco do Maranhão somente com um setor na Zona Rural.

Para realizar o trabalho contaremos com o apoio dos Senhores Prefeitos e Secretários de Saúde dos municípios de Timon e São Francisco do Maranhão, necessário se faz também o apoio da população quanto o acolhimento aos técnicos que estarão batendo as portas para fazer uma entrevista e colher o material para o exame (sangue).

Os profissionais que estarão no campo realizando a pesquisa fazem parte do quadro de Recursos Humano da Unidade Regional de Saúde e Secretarias Municipais de Saúde de Timon e São Francisco. A Coordenação ficará sobre a responsabilidade da Gestora Regional de Saúde-Florisa Batista de Carvalho Santos e Supervisionada pelas técnicas Clayre Anne Mota da Silveira-Coordenadora da Vigilância em Saúde da Regional e Bruna Ximenes da Secretaria de Estado da Saúde/SES/MA.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte