Polícia interrompe reunião de umbanda para expulsar o novo coronavírus

Aglomeração descumpriu o decreto estadual. Em depoimento, pai de santo disse que o grupo se reuniu para salvar um dos integrantes que estaria como o vírus no corpo

Um terreiro de umbanda teve uma reunião interrompida pela Polícia Militar, na noite de ontem,  sábado (2), no município de Iguatu, interior do Estado do Ceará , por descumprir o decreto do Governo estadual que proíbe aglomeração de pessoas devido à pandemia de Covid-19. A atividade foi denunciada por vizinhos.

O pai de santo responsável pelo local foi encaminhado à delegacia e, em depoimento afirmou que o grupo se reuniu para “expulsar o novo coronavírus” que estava no corpo de um dos integrantes, de acordo com informações do delegado.

A cidade registra 30 casos de pessoas contaminas e 5 óbitos por coronavírus, conforme dados divulgados pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), na plataforma IntegraSUS, às 17h16 deste sábado (2).

De acordo com o delegado plantonista, Glauber Ferreira, cerca de 30 pessoas estavam no terreiro no momento da chegada dos agentes, por volta das 18 horas.

A polícia registrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra o homem, por descumprir o isolamento social.

Do Diário do Nordeste

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik