Prefeitura de Sucupira do Norte homenageia irmã do jornalista Elias Lacerda vítima de feminicídio 49 anos atrás

A Prefeitura de Municipal de Sucupira do Norte, no interior do Maranhão, homenageou em solenidade realizada na manhã deste sábado, 7 de setembro, a professora Rosemary Pereira de Oliveira, irmã do jornalista Elias Lacerda. Ela foi vítima de um feminicídio ocorrido naquele município no dia 7 de outubro de 1970.

Acima a prefeita Leila Resende durante sua fala na homenagem a Rosemary.

Através de um projeto de Lei do executivo, Rosemary Pereira de Oliveira passou a partir deste sábado a nomear o prédio sede da Secretaria Municipal de Educação. O evento foi bastante prestigiado e contou com a presença da prefeita Leila Resende, do deputado e líder do governo na Assembleia, Rafael Leitoa, do Secretário Municipal de Educação de Sucupira , Eliwilson Ribeiro Costa, ex-prefeito Benedito Sá de Santana, empresário Juscelino Fernandes, vereadores e parentes da homenageada, onde estiveram o irmão dela (jornalista Elias Lacerda) tia e primos.

A solenidade foi marcada por discursos de homenagens a professora onde todos ressaltaram que era justa a nomeação do prédio se fazendo justiça com a memória da educadora que contribuiu com o ensino daquele município.

Filha de Colinas do Maranhão, a professora Rosemary foi assassinada pelo tabelião da época em Sucupira do Norte, Berilo Noleto Guimarães, que não aceitou ela ter encerrado um namoro com ele. O crime chocou aquela região do sertão maranhense, fato que apesar dos poucos meios de comunicação daquele tempo, chegou a ser notícia nos jornais e no radiojornalismo da capital São Luis.

O acusado foi preso e chegou a ser transferido para São Luis, mas lá conseguiu fugir tendo conseguido morar uma temporada em São Paulo e depois em Fortaleza. Acometido por câncer, Berilo  sofreu por algum tempo até morrer no ano passado vítima da doença.

 

Como nasceu a homenagem a professora

Foto de Rosemary e fachada da Secretaria Municipal de Educação.

Acima o vereador Wildem Carlos, o funcionário público e idealizador da homenagem, Antonio Luis (de óculos), familiares de Rosemary e a prefeita Leila Resende.

A homenagem a professora (foto acima) nasceu com o funcionário público do governo do Piauí, Antonio Luis Brito. Nascido em Sucupira do Norte, Antonio Luis tinha dez anos quando o fato aconteceu e Rosemary se hospedava na casa dele. “Ela era uma pessoa muito querida, carinhosa com todos, uma pessoa de boa alma que serviu muito a educação de Sucupira do Norte, todos gostavam dela, por isso resolvi lutar por esta homenagem”, destacou ele em conversa com o jornalista Elias Lacerda.

Por sugestão de Antonio Luis, a prefeita Leila Resende com o apoio de todos os vereadores da Câmara Municipal apresentou o projeto de Lei para homenagear a professora com o nome da sede da Secretaria Municipal de Educação.

2 cometários

Antonio Carlos Menezes
Comentou em 07/09/19

Amigo Elias, a justiça divina não falha. Mesmo muitos anos após o acontecido, houve o reconhecimento. Merecida homenagem.

FRANK GOMES FERREIRA
Comentou em 08/09/19

MUITO MERECIDA A HOMENAGEM, PARABÉNS A TODOS OS ENVOLVIDOS!!!

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte
WhatsApp chat