Destaques

Chacina com morte de fazendeiros gaúchos no Piauí foi vingança; Polícia atualiza informações

A Secretaria Estadual de Segurança Pública divulgou nessa terça-feira (25) os nomes e imagens dos três homens suspeitos de participação na chacina em Baixa Grande do Ribeiro, a 583 km de Teresina, que teve a morte de quatro pessoas, sendo um pai, dois filhos e um funcionário no último domingo (23). Um quarto envolvido no crime, foi preso na segunda-feira (24).

O crime teria ocorrido por vingança. Um homem identificado como Jhon Lennon dos Santos Abreu é apontado como o mandante. Ele teria encomendado a chacina para vingar a morte de seu sogro, que foi encontrado morto na fazenda de propriedade das vítimas. A morte foi apontada como sendo de causas naturais, mas o suspeito acreditava que teria ocorrido uma negligência por parte dos donos da propriedade.

“O sogro de John Lennon foi há algum tempo atrás encontrado morto, possivelmente de causas naturais, na fazenda onde trabalhava. O caso na época causou revolta dos familiares pois alegam que houve negligência por parte dos empregadores”, explicou o delegado geral Luccy Keiko.

Foram mortos na chacina:

  • O pai, Luiz Pedro Dalcin, de 61 anos;
  • Luíz Antônio Dalcin, de 34 anos, filho de Luíz Pedro;
  • Gustavo Dalcin, de 36 anos, filho de Luíz Pedro (todos gaúchos);
  • Leonilton Sousa da Silva, de 33 anos, que segundo a Polícia Militar seria maranhense e funcionário das vítimas;

Com a investigação a polícia prendeu ontem Lúcio Batista Fialho que teria ajudado no crime. Agora a polícia procura por mais três homens, são eles:

  • Jhon Lennon dos Santos Abreu, de 28 anos, apontado como o mandante;
  • Velton Avelino de Sousa, de 27 anos, vulgo “Bolinha” apontado como executor;
  • Euton Marcos Santos Lira, de 26 anos, vulgo “Coca-cola”, apontado como executor.

Qualquer denúncia ou informação que leve ao paradeiro dos acusados podem ser enviada aos canais: 190, da Polícia Militar, o (86) 9 9964-0647 do Draco, ou pelo site da Polícia Civil. A denúncia poderá ser feita de forma anônima e será mantido o sigilo.

Segundo a Polícia Civil, John Lennon tem passagens pela polícia pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas. Euton e Velton também possuem antecedentes criminais.

“Com a identificação dos envolvidos e a localização, ontem efetivamos a prisão de um dos envolvidos. E por conta das investigações chegamos aos demais autores do fato e a motivação. Então o crime está praticamente elucidado e é questão de tempo para colocarmos as mãos nos que faltam ser presos e colarmos a disposição da Justiça”, garantiu comandante da Polícia Militar, coronel Scheiwann Lopes.

Os policiais seguem na região até a captura dos demais suspeitos.

“O trabalho integrado, onde nós unimos forças e em menos de 48 horas nós conseguimos elucidar o caso, colhemos vários elementos de informação, imagens de segurança e temos uma resposta rápida neste caso”, finalizou o delegado Matheus Zanatta.

 

 

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade