Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Deputado Rubens Júnior faz apelo a família Lobão e diz que pela lentidão da obra, empresa demorará 40 anos para asfaltar a BR 226

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) fez um apelo para que o senador Edson Lobão convença seu filho, Luciano Lobão, dono da Hytec Engenharia, a executar as obras de pavimentação da BR-226. É que a empresa da família foi vencedora da licitação para executar o asfaltamento da estrada federal, que liga Timon até Presidente Dutra.

“Após mais de um ano após o contrato assinado, dos 100 kms previstos, apenas 5 kms da rodovia foram iniciados. Neste ritmo, a Hytec demorará 40 anos para concluir a construção”, protestou o deputado no plenário da Câmara. O mesmo foi dito durante encontro com o durante o encontro com o diretor executivo do Dnit, Halpher Luiggi Mônico Rosa, na tarde de ontem, terça-feira (10).

Em seu pronunciamento, o deputado maranhense disse acreditar que o senador tem autoridade para obrigar que seu filho conclua a obra, e caso não tenha condições de cumprir, desista para que seja convocada a segunda colocada. “Não podemos ficar calados diante de tanto descalabro, de tanto descaso com o povo. Outros estados estão brigando pelas duplicações, nós estamos brigando para asfaltar. Exatamente isso, assaltar uma BR que é essencial para o leste do Maranhão”, destacou.

De acordo com Rubens Júnior, antes a obra não era executada porque não tinha recursos, porém, a Bancada do Maranhão no Congresso garantiu uma emenda impositiva no orçamento para que a construção pudesse finalmente sair do papel. “O contrato foi assinado em janeiro de 2017. Todos os deputados federais estavam lá. Um sonho de tanto tempo finalmente seria realizado. Mas infelizmente não aconteceu”, lamentou o líder.

Para ele, mesmo tendo o apoio do poder legislativo, quem pode tomar as providências cabíveis é o poder executivo. “Sempre estivemos juntos buscando soluções para o problema, seja acionando formalmente a empresa, como realizando diversas fiscalizações”, ponderou Rubens Júnior.

A inoperância da empresa contratada para asfaltar a BR-226 no Maranhão tem trazido diversos prejuízos para o estado e para quem utiliza a via. O índice de assaltos na é grande, além de diminuir as possibilidades de desenvolvimento da região.

“Enquanto isso, os maranhenses continuam sendo enganados. Não podemos aceitar que isso continue. O Governo Federal precisa fazer sua parte, uma vez que o Governo do Maranhão tem se esforçado o máximo para garantir novas perspectivas”, relembrou. Como exemplo, Rubens Júnior citou a estrada perpendicular, que liga Buriti Bravo ao Baú. As obras foram iniciadas após o contrato da BR-226 e foi concluída antes.

(Assessoria)

1 comentário

Miguel
Comentou em 11/04/18

Passei nessa BR, vindo de Presidente Dutra a Timon e, definitivamente Elias, em 40 anos ainda não asfaltam. Tem 22 a 25 km “remexido”, sendo que destes tem metade sem asfalto e metade com asfalto. A base do asfalto mal feita, o asfalto cheio de deformações e estão indo do Povoado Bau para Pres. Dutra, deduzi assim, que fará estes pouco mais de 20 km e só. Não vi muitas máquinas na obra. Digo com sinceridade, posso estar errado, mas a sensação foi de que nossos impostos não serão colocados ali, para nosso benefício, mas sim no bolso de poucos. Deputados mais honestos deverão mesmo ir atrás da conclusão dessa obra, já que foi eleita empresa de político ou de família política, algo que deveria ser proibido, desde a inscrição na licitação. É de deixar triste. É mais uma do nosso dia-a-dia. É Brasil.

Responder

Deixe uma resposta para Miguel Cancelar resposta

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
TekyNik