IPTU Timon
Concursos

“Edital está sendo rigorosamente cumprido e cadastro de reserva foi prorrogado”, diz governador sobre concurso da PM



Joedson Nunes - Arquiterura

Em entrevista a um pool de emissoras de rádio na manhã de ontem, terça-feira (02), o governador Flávio Dino falou sobre o cadastro de reserva do concurso da Polícia Militar, realizado em 2017. Ele reiterou que quem se encontra nessa situação será chamado progressivamente para compor a corporação.
Flávio Dino lembrou que os candidatos aprovados dentro das vagas oferecidas no edital foram nomeados e se encontram em exercício. “O edital está sendo rigorosamente cumprido no caso da Polícia Militar. Nós tivemos as vagas oferecidas e as pessoas dentro das vagas foram nomeadas. E nós temos no edital um conceito chamado cadastro de reserva”, explicou.
Esse é um cadastro de pessoas que poderão ser chamadas um dia, de acordo com a necessidade. “O que eu tenho dito é que a minha vontade, claro, que é nomear o maior número em um menor tempo de espaço possível”, ressaltou Dino, explicando que as nomeações dependem da previsão orçamentária e lembrando o chamamento de mais 130 entre pessoas que tinham liminares do concurso de 2012, ainda, com agora esse chamado cadastro de reserva do concurso de 2017.
“Ou seja, o processo é contínuo. E vai até quando? É o que eu tenho chamado de nomeação progressiva, passo a passo, de acordo com a disponibilidade de dinheiro. Adianta nomear e não pagar o salário?”, questionou o governador.
Ele afirmou ainda que não cometerá os mesmos erros do passado, quando policiais eram chamados para integrar a tropa da Polícia Militar e a falta de estrutura fazia com que esses profissionais fossem para as ruas sem coletes e sem armamentos e veículos necessários para cumprir o papel de garantidores da segurança pública.
“Então o cadastro de reserva vale até o fim do concurso. Até a validade do concurso, que são quatro anos. Então, progressivamente, de acordo com a disponibilidade financeira, que eu espero que seja a máxima possível”, finalizou o governador.

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte