Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Ex-presidente do sindicato dos professores de Timon cobra décimo terceiro salário da categoria

A ex-presidente do sindicato dos professores da rede municipal de educação, Sinterpum,  professora Márcia Feitosa, conversou nesta manhã com o jornalista Elias Lacerda. Márcia cobrou do governo o pagamento da segunda parcela do 13º salário da categoria, que estava previsto para acontecer no último dia 20 e até agora não foi efetuado.

A ex-dirigente do Sinterpum afirmou que a categoria inteira está apreensiva pela falta de pagamento pois teme passar o natal sem dinheiro. Márcia Feitosa entende ser necessário que o governo venha a público informar oficialmente o que está acontecendo e expor a realidade.

A professora observou que este ano foram de muitas conquistas para o governo no setor educacional como a formação e treinamento de professores e diretores, melhoras na nota do IDEB, dentre outras. “Não é justo o que estamos passando. Fizemos nossa parte e esperamos que o governo faça a dele”, destacou.

O eliaslacerda.com falou com a Secretária de Educação do Município, professora Dinair Veloso, ainda ontem, sexta-feira (21), quando perguntou sobre a situação do pagamento, já que muitos servidores entraram em contato com site querendo saber o motivo do atraso. . Ela prometeu que tão logo tivesse uma posição oficial entraria em contato respondendo. Até a manhã deste sábado não obtivemos resposta.

É o que sabemos sobre o caso. Aguardemos mais informações…

 

3 cometários

Santos
Comentou em 22/12/18

Gostaria de saber uma posição do #prefeito mais transparente .

Gracilda
Comentou em 22/12/18

Lamentável o que vem acontecendo com um sindicato renomado, composto por pessoas íntegra sendo alvo de pessoas sem argumentos querendo denegrir uma História de luta onde já enfrentamos muitos desafios ao longo dos anos, quem não lembra das salas com 50 alunos?
Salas sem condições de trabalhar, pq as carteiras eram de madeira onde as farpas rasgavam ou desfiavam a roupa das crianças e dos professores?
Das salas de aula sem condições mínimas para trabalhar pq eram quentes e sujas ?
Da carga horária de trabalho que era de segunda a sexta?
Da merenda escolar que não existia?
Do fardamento que as mães tinham que comprar para as crianças assistirem aulas?
Das crianças que não recebiam livros didáticos e tínhamos que utilizar lousas e giz e assim contraímos ao longo do ano sinusite, renite e bronquite por conta do giz .
Hoje graças a Deus com um sindicato voltado para as causas trabalhistas , preocupados com o bem estar das crianças , obtivemos melhorias significante onde temos sala climatizado , merenda escolar de qualidade, fardamento gratuito, livros e paradidáticos, escolas informatizadas e outras benfeitorias onde a categoria juntamente com a secretária de educação e prefeito sentam , negociar o que é melhor para os Trabalhadores em Educação.
#SINTERPUMNÃOÉTRANPOLIMPOLITICO.
FICA A DICA.

veronica
Comentou em 22/12/18

os trabalhadores da mega-on estão com 2 meses sem receber tbm triste isso!

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael