Hotel Parna
Destaques

Ex- secretário de Roseana Sarney ataca dono do supermercado Mateus



Governo do Estado do Maranhão

Ricardo Murad (à esquerda ) e Ilson Mateus (à direita): críticas a hegemonia do grupo Mateus no ramo supermercadista

Em postagem nas redes sociais na manhã deste sábado (27), o ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, apontado pelo Ministério Público como chefe de uma organização criminosa que desviou R$ 1,2 bilhão dos cofres públicos do Maranhão, atacou duramente o empresário Ilson Mateus, dono do Grupo Mateus.

Em sua página no Facebook, Ricardo fez um alerta aos demais empresários dos setores atacadistas, varejistas e supermercadistas do Maranhão em razão da expansão do Mateus, atualmente, a maior a rede do Norte e Nordeste.  “O Grupo Mateus pode investir e propor benefícios para si que achar conveniente. É legítimo. Só que o governo não pode permitir que se torne hegemônico, único. A ampla concorrência nesse setor e em todos os outros é fundamental […] Todo monopólio é perverso e não pode ser admitido. A economia maranhense tem que florescer e crescer para todos, com as mesmas oportunidades, e a política fiscal deve ter esse objetivo”.

Pré-candidato ao governo do Maranhão, Murad resolveu partidarizar até mesmo os empresários, ao propor uma união das demais lojas contra o empresário Ilson Mateus.

O ataque gratuito de Murad ocorre devido a inauguração, manhã de ontem (26), da primeira etapa da Central de Fatiamento e Porcionamento da rede que vai centralizar em um só lugar tudo que hoje é processado nas lojas. O investimento, da ordem de R$ 200 milhões, está localizado no Km 12 da BR-135. Mais de 2 mil novos empregos diretos serão gerados.

“O nosso futuro passa por uma logística e os ganhos são imensuráveis, pois teremos padrão, qualidade e empregos para os maranhenses”, explicou Ilson.

Esse crescimento ocorre também em razão dos incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Maranhão, algo destacado pelo empresário durante a inauguração, o que explica o ataque de Ricardo Murad contra seu novo alvo: o Grupo Mateus.

 

(Do blog do Marrapá)

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte