Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

 Lázaro Martins, uma voz de referência na defesa dos Regimes Próprios de Previdência

O presidente do Instituto de Previdência Municipal de Timon, Lázaro Martins, tornou-se rapidamente numa das pessoas importantes não só no estado do Maranhão como até no Brasil quando o assunto é Regime Próprio de Previdência. A visibilidade não se deu somente pela boa gestão do IPMT local que tem lhe garantido até prêmios nacionais, mas principalmente por ser uma das mais altas vozes na defesa de que a reforma da previdência seja estendida também aos Regimes Próprios de Previdências dos estados e municípios.

Presidente da Associação Maranhense dos Regimes Próprios de Previdência (AMAPREV), Lázaro Martins tem sido submetido a uma agenda intensa de eventos com vistas a articulações e movimentos em prol da reforma da previdência nos Regimes Próprios de Previdência. Dias atrás esteve em São Luis participando na Assembleia Legislativa de uma audiência pública sobre o tema. Já na semana passada, dos dias 26 a 28 de junho, o presidente do IPMT esteve em Foz do Iguaçu (PR) no 52º Congresso Nacional da ABIPEM onde mais uma vez o tema reforma da previdência foi um dos destaques.

Para Lázaro Martins e as entidades representativas dos Regimes Próprios de Previdência, a reforma da previdência não pode ficar só na previdência federal, mas precisará ser expandida às previdências dos estados e municípios sob pena desses  órgãos não terem como se sustentar, o que causará um prejuízo e caos financeira enorme aos  institutos. “Estados e municípios não terão como fazer suas reformas  caso não sejam incluídos no projeto de reforma que acontece no Congresso Nacional”, defende Lázaro Martins.

O presidente do IPMT de Timon entende que o presidente Jair Bolsonaro tem deixado as previdências estaduais e municipais de fora da reforma como forma de pressionar os governadores a se comprometerem na articulação dos deputados e senadores para a aprovação da reforma no Congresso. ”Para colocar no texto da reforma os Regimes Próprios de Previdência de Estados e Municípios Bolsonaro deverá exigir o empenho dos governadores na aprovação. Na verdade, isso é um jogo político do presidente em busca da aprovação da reforma da previdência. Enquanto isso, nós vamos continuar nossa luta pela inclusão das previdências estaduais e municipais na reforma”, concluiu Lázaro Martins.

Esta semana a reforma da previdência voltará a ser pauta de destaque no Congresso Nacional.

1 comentário

MARCOS ELENILDO FERREIRA
Comentou em 01/07/19

A previdência no Brasil é totalmente sem valor pro trabalhador … só serve pra algumas classes privilegiadas.. infelizmente !!!

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael