Destaques

Os fatores que colaboram para infernizar o trânsito nas pontes entre Timon e Teresina

 

Acima assista ao vídeo sobre o trânsito na avenida Piauí nesta quarta (21) no acesso as pontes

Esta semana, desde segunda-feira (19), nas primeiras horas da manhã,  o timonense que procurou as pontes de acesso a Teresina ou que saiu da capital vizinha rumo a cidade timonense, viu o quanto o trânsito entre as duas cidades está cada dia mais complicado,  com lentidão e longas filas que são um verdadeiro teste de paciência para quem deseja chegar ao seu destino.

O motivo do problema são vários: Chuvas, que fazem os motoristas saírem mais tarde de casa, obras da Águas de Teresina na avenida Maranhão, que reduziu a faixa de passagens dos veículos no local, pequenos acidentes provocados por imprudência e a grande quantidade de veículos, construção da rotatória no Posto Fiscal, nas proximidades da Ponte Nova, dentre outros.

Mesmo com todo o elenco de fatores contribuintes, é compreensão de todos que estudam o trânsito entre as duas cidades que já passou do tempo de Timon ter uma quarta ponte, pois mesmo que todos os problemas citados não existissem, o trânsito entre as duas cidades jamais seria célere nos horários de pico.

O crescimento imobiliário de Timon nos últimos anos é um dos principais fatores que infernizou o trânsito entre as duas cidades e deixou as três pontes existentes obsoletas para absorver tantos carros. Para se ter uma ideia, somente nas três horas da manhã, no intervalo de 6 às 9, cerca de 20 mil veículos trafegam nas três vias de acesso sobre o rio Parnaíba de Timon rumo a Teresina.

Para o assessor da Superintendência de Trânsito de Timon, Jeremias Sampaio, o risco de estrangulamento do trânsito entre as duas cidades em horário de pico é iminente. Ele conta que a necessidade de uma quarta deve ser uma pauta permanente e urgente das autoridades públicas do Maranhão e Piauí. Conta que a STRANS timonense  tem tomado todas as medidas para mitigar o grande tráfego de veículos que ocorre no horário de pico, colocando  vários agentes de trânsito em diferentes pontos críticos, mas que é um problema que depende da colaboração de todos. Aconselha que nesses dias, devido aos fatores citados nesta reportagem, os motoristas devem procurar sair mais cedo de casa, evitando o horário que costumeiramente tem saído.

Jeremias Sampaio destaca ainda que embora as três pontes atuais sejam de competência dos poderes do governo federal, dos governo do estado do Piauí, Maranhão, prefeitura de Teresina e prefeitura de Timon, a gestão timonense acaba assumindo toda a cobrança por parte dos motoristas que trafegam nas três vias sobre o rio Parnaíba. Entende ele que se houvesse melhor distribuição de responsabilidades o trânsito entre as pontes até poderia ser melhorado. “Pode observar nos horários de picos a prefeitura de Timon com agentes de trânsito em diferentes pontos e guardas municipais no controle do semáforo da ponte metálica é quem mais se empenha em dar o mínimo de controle e organização ao tráfego. Também mantemos a iluminação das pontes da Amizade e Metálica, sem contar o serviço de videomonitoramento nesta última  para controlar o tráfego naquela via”, destaca Jeremias Morais.

18 Comentários

  1. Só existe uma solução e interditar a pista de rolamento no sentido ponte amizade ponte metálica fazendo com que o trânsito flua quem vem no sentido gurita pra retorna e pegar a ponte metálica com a interdição do sentido ponte amizade ponte metálica o trânsito de quem vem da ponte da amizade flua pela rua do centro de convenções deixando a retorno livre quem vem da gurita para acessar a ponte metálica isso ajudaria outra também e interditar rua que passa por trás do shopping fazer o acesso todo pela gurita de quem quiser acessar a ponte metálica

    1. Além do mais, as pessoas do STRANS que deveriam organizar o fluxo, deixam a bel prazer dos motoristas, desviando o fluxo para quase mil metros de onde deveríamos fazer a conversão.

  2. Uma vergonha isso. Esse jeremias se fez algum dia curso sobre transito foi no tempo do telecurso 2000 e no orelhão. Se não tiver uma parceria na descida da ponte do lado de Teresina com os guardas do piaui não será amenizado esse problema. e essa quarta ponte enquanto as duas cidades for governada por esses prefeitos(a) de fantoche nunca sairá do pensamento.

  3. Rapaz não é a contrução de outra ponte que vai ajeitar o trânsito de timon. A Ponte Nova poderia ganhar mais duas alças laterais para o lado de Teresina. Isso deixaria o trânsito mais desafogado na região do Parque Alvorada. A construção de duas alças na Ponte da Amizade para Teresina. Vejamos o caso por exemplo da ponte da Frei Serafim,foi feito mais alças e ajeitou o trânsito de para zona leste. Timon tem 3 pontes,e muito luxo para uma cidade dessa ter 4 pontes. Nem a grande São Luis que tem 1 milhão de habitantes tem esse tanto de ponte. Eu trabalho também em Teresina e vejo que a solução do problema não é mais pontes. Deve se fazer mais alças e ajeitar com engenharia o trânsito da cidade. A própria ponte da amizade quase não terminavam. Imagina uma 4.

  4. A confusão é tão grande que um dia teve uma batida no prolongamento da avenida Piauí rumo a ponte da amizade, um guarda mandou eu desviar e la na frente outro me mutou dizendo que estava furando a fila.Organização zero.

  5. Na verdade os guardas estão só atrapalhando,fecham todos os retornos e ainda ficam na maioria das vezes multando os cidadãos,o sistema de engenharia de trânsito de Timon é péssimo

    1. Sr. Raimundo Gomes o contraditório est claro as suas colocações. Se Quarta ponte e Luxo entao’ as alçadas das pontes nao seria luxo tb?
      Não vamos nem dizer que desafogaria o trânsito pq os veículos após descerem as alçadas das 2 pontes amizade e metalica , cairiam na arapuca da avenida Maranhão onde veículos de zona sul , centro, norte e sudeste trafegam apenas em duas vias diferente do trânsito da Frei Serafim que ao sair da ponte Juscelino Kubstcheque não faltam alternativas de vias por entrar em uma BR com 10 vias de acesso. A quarta ponte sendo na zona norte de Timon, daria acesso a av Alameda Parnaiba em linha reta a zona leste e demais bairros sem passar pela av Maranhão ai sim desafogaria o trânsito.

  6. Faltou varios fatores a serem citados…
    Muitos péssimos motoristas também no trânsito.
    Quarta ponte.
    E transporte fluvial tb, só a Maria Luiza fazendo aquele traslado do bar da minha amiga Izabel na av piaui em timon-ma para troca -troca em teresina q só cabe 8 pessoas , não dar.

  7. E no meu entendimento o DMTRANS de Timon-Ma, atrapalha mais do que ajuda, ficam iguais aos Palermos…..serve pra nada.

  8. A solução está no plano de mobilidade e no plano diretor da cidade. Alguem conhece? Pois existe!

  9. BOM DIA, O MAIS CURIOSO E QUE OS GUARDAS DE TRANSITO FICAM MAIS MEXENDO EM CELULAR, EU NAO SEI QUE TANTO MISTÉRIO E ESSE, SERÁ QUE SAO MULTAS ON LINE??? O QUE FALTA E UMA ORGANIZAÇÃO NO TRANSITO, PODE COLOCAR E 10 PONTES SE NAO TIVER ORGANIZAÇÃO NO TRANSITO O CAOS CONTINUA

  10. Que passou da hora de construirem um outro ponte, é fato! A população de Timon aumentou muito, devido a proximidade com o centro de Teresina… falta preparo da Polícia de trânsito, tanto para as orientações no trânsito, como no trato com os motoristas,
    outro fator que atrapalha, é que grande parte dos motoristas não respeitam as orientações, querem passar de qualquer forma, muitas vezes provocando acidentes, furando as filas… hoje 22/02, colocaram cones, até a entrada da ponte metálica, impedindo que quem transita de motocicleta, podesse passar mais rápido, agilizando o trânsito, não entendi o que tentaram fazer, acho até que se fizessem um corredor exclusivo pra motocicletas, ajudaria e evitaria alguns acidentes. Mas, enquanto não construirem uma outra ponte, esse problema não será resolvido, será apenas medidas paliativas.

  11. Mas eu digo uma coisa, se forem fazer outra ponte ali perto da alameda Parnaíba não vai adiantar nada. Ponte perto demais uma da outra não dá certo, pois o gargalo de carros vai só aumenta, exemplo ponte amizade e metálica, praticamente um engarrafamento tá ligado um ao outro. Tem que fazer longe igual ponte da tabuleta posto fiscal.

  12. Luxo, parece piada, quarta ponte na zona norte acho inviavel pelo fato de nao ter espaço do lado de teresina, mas sim no balao do prolongamento da avenida piaui pra sair na avenida gil martins em teresina acho que seria interessante, pois tem muito espaço dos dois lados e da para fazer um bom planejamento e mesmo assim fazer uma ponte com pelo menos 4 faixas pois essas que foram feitas quando acontece um acidente vira um caos

  13. Esses guarda de trânsito de Timon e nada são as mesmas coisas, aliás eles só servem pra aplicar multas.

  14. Chuva? Obra em Teresina? Acho que o caro repórter está fazendo uma meia culpa onde não tem, na verdade a culpa é da falta de infraestrutura que carece a nossa cidade, ademais a falta dos ônibus coletivos que a cidade extinguiu faz com o que os populares busquem alternativas para trabalhar e deixar os filhos nos colégios aumentando assim o fluxo de veículos, os agentes de trânsito só estão cumprindo ordens, não que uma parcela deles não tenha culpa, pois ao invés de desafogar são orientados a multar o cidadão que só quer chegar ao local de destino, acho que deveríamos atentar e procurar soluções mais eficazes, uma quarta ponte é a solução mais viável, mais a longo prazo, a solução mais viável é implantação de empresas de ônibus coletivos que atendam a todos os bairros da cidade e com horários regulares, ocasionando uma vasta redução do número de veículos.

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade