Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Pacote de medidas do governo Dinair quer transformar Timon em centro de negócios e serviços

Uma cidade que está sendo pensada e preparada para o pós-pandemia, vocacionada para a atração de novos negócios e a oferta de serviços à população, consolidando-se como uma das grandes cidades maranhenses. Essa é a proposta base do pacote de medidas econômicas sugerido pela Prefeitura de Timon, por meio de operação de crédito no valor de R$ 6,6 milhões.

 

De acordo com o secretário de Gestão e Projetos Especiais, Washington Bonfim, a execução da operação de crédito trará inúmeros benefícios à gestão pública municipal, transparência das informações e agilidade na prestação de serviços ao cidadão.

 

“Será possível modernizar o atendimento do contribuinte por parte da Prefeitura. Esta modernização irá proporcionar recursos para alavancar investimentos na infraestrutura de Timon, melhorando as condições da cidade para continuar recebendo investimentos na área da construção civil, que irão gerar empregos para o timonense. Outro ponto a ser destacado em relação ao pacote de medidas econômicas é em relação ao aproveitamento do potencial do mercado consumidor local, que já está atraindo grandes empresas do setor de serviços”, enumera Washington Bonfim.

 

O Programa de Modernização da Gestão Municipal prevê a alteração do Código Tributário do Município, agilidade na abertura de empresas e regularização imobiliária e institui, entre outros, o programa Nota Fiscal Premida e o programa de Regularização Fiscal (Refis) que consiste na aplicação de descontos e parcelamentos de ISS, IPTU, taxas, multas.

 

A melhor taxa de juros e pagamento facilitado

A proposta da Prefeitura foi previamente aprovada pelo Ministério da Economia. Os R$ 6,6 milhões serão contratados junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através da Caixa Econômica Federal. A carência é até dezembro de 2023, ainda na gestão da prefeita Dinair Veloso. Já o prazo de pagamento é de até 18 anos, em duas parcelas anuais, com taxa de juros de 2,48% ao ano, que se iniciarão em janeiro de 2024.

 

“Considerando a taxa Selic, que é definida pelo Banco Central e praticada pelo Governo Federal, agora em julho, a taxa do empréstimo já é bem menor, pois a Selic está definida em 4,25% e está em ascensão, devendo fechar 2021 em 6%. Se pensarmos em empréstimos consignados, pessoa física, a vantagem é maior ainda, pois as melhores taxas estão em torno de 1,8% mensais e a taxa de juros do empréstimo é anual, estando situado em 2,48%”, explica Washington Bonfim.

Da assessoria

2 cometários

Raimundo
Comentou em 19/07/21

Planejamento com objetivos definidos, já é um começo. Esperemos que criem efeitos positivos basicos. Para se andar mil quilômetros é necessário dá o primeiro passo. Timon não pode mais continuar na “passividade”. Uma cidade com 130 anos e aproximadamente 200 mil habitantes e quase sem nenhum desenvolvimento. Timon ao longo das décadas, por uma serie de razões “optou” pela mediocridade. Uma cidade com potencial absurdo, mas que ao longo do tempo abriu mão de querer ser “grande”.(pois é bom rever seus conceitos, pois do contrário, estará ferrada) Comportando-se como um convicto “cônjuge” infiel, isto é, formalmente “casado” com “fulana”, mas em “tudo” dedicando-se a “cicrana”. Não dá mais! É necessário buscar o próprio desenvolvimento.

LAYSE
Comentou em 20/07/21

ELIAS CONSEGUE RESPONDER-NOS SE NO REFIS ENTRARÁ AQUELAS CONTAS ANTIGAS DO ANTIGO SAAE? ESTAMOS DEVENDO, MUITOS DA NOSSA COMUNIDADE MAS NÃO SABEMOS COMO QUITAR DEVIDO SITUAÇÃO DE JUROS E ECONÔMICA.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael