Destaques

Polícia prende suspeito em Teresina com fuzil e drogas avaliadas em 200 mil reais

Um empresário foi preso na manhã desta terça-feira (25) com um fuzil A-19, munições e drogas avaliadas em R$ 200 mil na zona Norte de Teresina. Na operação foram apreendidos 15 tabletes de cocaína, cinco tabletes de crack e dois quilos de maconha 

Segundo o Departamento Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), o alvo da operação é conhecido como ‘Bombado’ e já havia sido preso outras duas vezes, anteriormente, por tráfico de drogas. Ele é proprietário de duas lojas especializadas na venda de produtos eletrônicos, que eram usadas como fachada para a venda de drogas. 

“Nas duas primeiras prisões ele atuava como boqueiro, pessoa que cuida de uma boca de fumo. Agora, pelo volume de drogas e pela dinâmica do crime, ele estaria atuando como representante”, explicou o delegado Walter Cunha. 

Na operação Desdobramento do Norte também foram apreendidos celulares, balança da precisão e insumos para embalar a droga para a venda. 

O suspeito preso é proprietário de duas lojas, uma na Santa Maria da Codipi e outra no Mocambinho, ambas na zona Norte de Teresina. As lojas, especializadas na revenda de eletrônicos e acessórios para celulares, eram usadas como fachada para o tráfico de drogas.

“Eles não guardavam a droga em casa e nem nas lojas. Ele alugou dois imóveis onde a droga fica a armazenada. Inclusive ele colocava pessoas para morar nesses imóveis, para vigiar os locais,” explicou o delegado.

No total, a Polícia realizou busca e apreensão em oito imóveis, seis na região da Santa Maria da Codipi, um no Mocambinho e outro no Alto Alegre. 

A prisão aconteceu no momento em que “Bombado” saia de um dos imóveis com a droga em  mochila. “Nós vínhamos monitorando ele e essa movimentação entre os imóveis. E hoje prendemos ele junto com a droga”, afirmou o delegado. 

O suspeito informou à polícia que a droga seria enviada para o interior do Estado, mas não precisou os municípios. 

Bombado foi preso em flagrante e outras quatro pessoas foram conduzidas para prestar depoimento. Entre os conduzidos estão a sua esposa, duas funcionárias de suas empresas e uma pessoa encontrada em um dos imóveis onde ele armazenava a droga.

 

Do cidadeverde.com

2 Comentários

  1. Nada como uma audiência de custódia, para liberar esse “empresário” pra está outra vez na rua pra seguir com seus “negócios”

  2. Se a seção de inteligência policial realizar uma investigação minuciosa com certeza há pessoas influentes defendendo esse traficante, destruidor de família e da paz social .

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade