Destaques

Policial aposentado em Timon segue em busca de encontrar o filho desaparecido

Completados quase um mês do desaparecimento do estudante Carlos Júnior Pereira da Silva, o pai dele, o policial aposentado Carlos Silva, segue em luta na busca de localizar o filho. Ele entrou em contato com o eliaslacerda.com para relatar que tem sido dias difíceis para toda a família.

O policial diz que não acredita na tese de afogamento no Rio Parnaíba, como foi levantando inicialmente pelas investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). ” Quando surgiram essas suposições, os bombeiros fizeram buscas intensas em longo trecho do Rio Parnaíba, de Teresina até municípios vizinhos. Vários corpos foram encontrados, mas o do meu filho não. Então, eu não acredito que ele tenha se afogado. Ele está em algum lugar. Vivo ou morto quero encontrá-lo, pois não tem situação pior para uma família do que ter um de seus entes queridos desaparecido sem ninguém saber o que houve”, disse Carlos Silva.

O ex-policial aposentado diz acreditar na polícia e na força do estado para desvendar esse mistério, pois tem gente que diz ter visto o jovem de 20 anos em outros pontos da cidade após a data em que supostamente teria se afogado.

Enquanto o caso é investigado sem solução, a família foi alvo de tentativas de extorsão com gente pedindo dinheiro para dizer onde se encontra Carlos Júnior Pereira da Silva, desaparecido deste o último dia 26 de março.

Quem tiver alguma informação pode ligar para os números os números do banner abaixo (Whatasapp) ou informar a polícia:

1 Comentário

  1. Infelizmente a maioria das pessoas parece que no lugar do coração tem uma pedra.nao pensa em ajudar o próximo,só pensa em dinheiro.misericordia jesus

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade