Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Presidente do PSL de Teresina morto em acidente estava com velocidade acima do recomendado; Sepultamento ocorrerá hoje

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o carro ocupado pelo capitão Marcelo Anderson Alves Pereira, presidente do PSL em Teresina, desenvolvia velocidade incompatível para o local no momento em que ocorreu o acidente, que vitimou Marcelo Anderson, nesta quinta (1º).

A nota da PRF também ressaltou que o carro utilizava “um pneu de emergência que por orientação técnica só pode desenvolver velocidade máxima de 80 km/h”.

O acidente envolvendo o capitão Anderson, de 44 anos, ocorreu na manhã desta quinta por volta das 8h30, na BR 343 KM 150,0 na cidade de Piracuruca/PI. De acordo com a PRF, o acidente –  tipo saída de pista com colisão de objeto fixo (árvore) – envolveu um veículo Fiat/Siena. O carro era conduzido pelo capitão, que teve morte imediata.

O corpo da vítima ficou preso entre as ferragens e o Corpo de Bombeiros fez a remoção, e encaminhou para o IML de Parnaíba.

Capitão Anderson estava a caminho de Parnaíba para participar de uma reunião com o prefeito Mão Santa; eles iriam acertar os detalhes para a visita do presidente da República, Jair Bolsonaro, no litoral piauiense.

Velório 

O translado do corpo de Marcelo Anderson, que deixa esposa e uma filha, aconteceu na tarde de ontem, quinta. O velório acontece na Funerária Lótus, na Avenida Miguel Rosa, Centro-Sul.  O sepultamento ocorrerá em Teresina nesta sexta (02).

Do cidadeverde.com e foto da polícia rodoviária do Piauí

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael