Destaques

PT do Maranhão tem reunião com Carlos Brandão defendendo mais espaços no governo

O governador Carlos Brandão e dirigentes petistas se reuniram no Palácio dos Leões, na manhã de ontem (23),  para definir a participação da legenda no governo do estado. O governador fez uma proposta e o PT ficou de avaliar. Uma fonte petista disse que o partido não havia aceitado a proposta de Carlos Brandão, que seria entregar à sigla a Secretaria da Educação (Seduc) e a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop).

Alega o PT que a Seduc faria parte de um acordo entre Brandão e Flávio Dino, e que, portanto, não poderia entrar na cota do partido. No entanto, quem está cotado para assumir a Seduc é o vice-governador Felipe Camarão, que é do PT.

Há ainda uma outra proposta que Carlos Brandão teria oferecido ao Partido dos Trabalhadores: quatro secretarias, mas sem a Seduc.

O PT terá uma reunião para definir uma contra-proposta a ser apresentada ao governador.

O secretariado – Brandão começaria a anunciar o seu secretariado na próxima semana, por meio das suas redes sociais. Mas mudou de ideia e iniciará o anúncio nesta sexta-feira, 24. A posse de todos eles acontece dia 4 de março, em Imperatriz, onde o governador fará um novo evento de recondução ao cargo.

(replicado do blog do John Cutrim )

 

5 Comentários

  1. Esse PT é câncer em todo lugar é uma praga maldita eles não se conformam com nada mesmo sempre querendo mais tomara que Carlos Brandão não seja besta de cair nos laços desse monte de cobra chamado PT

  2. Professores do Estado do Maranhão entrarão em greve por melhorias salariais dia 27 de fevereiro de 2023

  3. Esse Carlos Brandão até agora não tá fazendo nada no Maranhão. Prometeu tanta coisa. E nada. Teve em Timon, prometeu a estrada MA 040 entre Matoes e Timon e nada. Ficou só nas pontes. Ontem para atravessar para Parnarama-MA paguei RS 24,00 para Pipes. O pontão. Imagina carro pequeno. Os professores agora estão em greve. Nunca repassaram o piso dos professores. Com essa história do Maranhão paga bem que o salário vem achatando. Mal a greve começou ele já pediu a ilegalidade. Um professor 20 horas no com especialização e com 22 anos de sala de aula recebe Rs 3.000,00 . Isso é dinheiro para manter uma casa com família e comprar livros para se aperfeiçoar. Agora vá vê o salário deles. Aumenta a toque de caixa. Eles mesmo aprovam e não tem ilegalidade.

  4. Gente e não sou Bolsonarista. Por que podem pensar que sou Bolsonarista. Mas é a realidade do Estado do Maranhão.

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade