Destaques

Saiba para onde vai a taça da Copa do Mundo 2022; Original não ficará com Argentina

Passados os 90 minutos do jogo da final, a prorrogação e os pênaltis, a taça da Copa do Mundo ficou em mãos argentinas em 2022. Mas por pouco tempo. É que, por questões de segurança, o vencedor fica com uma réplica, e não com a taça original.

A final da Copa do Mundo de 2022, no Catar, foi disputada entre Argentina e França, neste domingo (18). Após empate no tempo normal da partida, o jogo foi para a prorrogação, mas também terminou com placar igual. A Argentina levou a melhor nos pênaltis.

Feita de ouro maciço de 18 quilates, o troféu original tem 36,8 cm de altura e pesa 6,175 kg, segundo o site da Fifa. A base, de 13cm de diâmetro, é composta por duas faixas de pedra malaquita verde (restaurada diversas vezes). O nome do vencedor é escrito na língua oficial do país e logo após o ano.

Desde 2006, a taça original só foi entregue ao time durante a cerimônia oficial de premiação (e, logo depois, ela é recolhida pela Fifa e guardada na sede da entidade, em Zurique, na Suíça). O país vencedor recebe uma réplica exata do original, mas feita de bronze e banhada a ouro, segundo o site Goal, especializado na cobertura de futebol pelo mundo.

O nome do país campeão da edição vigente do torneio é gravado na parte inferior da base do troféu. A lista começa desde 1974, primeira edição em que foi dada ao país vencedor.

História

A taça atual foi idealizada em 1971 por Silvio Gazzaniga, que morreu em 2016, aos 95 anos. Antes disso, a taça usada era Jules Rimet.

Por uma regra da Fifa, a taça Jules Rimet deveria ficar com o país que primeiro vencesse três vezes o mundial de forma consecutiva — no caso, o Brasil.

Mas o troféu Jules Rimet foi levado da sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio, em 19 de dezembro de 1983. Diz-se que a taça foi derretida, mas rumores ainda geram dúvidas sobre o destino final da taça.

Antes disso, o troféu foi roubado da federação inglesa em 1966, antes da Copa do Mundo daquele ano. A taça foi encontrada, embrulhada em jornal, por um cachorro em uma lixeira de um parque no sul de Londres.

 

Do G1

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade