Timon começou nesta segunda a campanha de vacinação contra a gripe H1N1

A meta da campanha é imunizar, no mínimo, 90% do público total contra a influenza

Vacina

Começa hoje, segunda-feira (23), a vacinação contra a influenza, quando serão imunizados todos os grupos prioritários da campanha nacional, dentre eles: idosos (a partir de 60 anos), crianças de 06 meses a menores de cinco anos (até 4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhador de saúde, professores das escolas públicas e privadas, população indígena, pessoas privadas de liberdade (o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas) e funcionários do sistema prisional. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.

 

A expectativa da campanha para este ano é imunizar, no mínimo, 90% desse público total contra a influenza. “A meta no município é vacinar aproximadamente 36 mil pessoas, com o objetivo de reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus da influenza”, informou a coordenadora do Programa de Imunização de Timon, Itelmária Escócio.

 

A campanha de vacinação contra a Influenza – H1N1 segue até o dia 01 de junho, e o dia D será realizado no dia 12 de maio. Em Timon, além das 30 Unidades Básicas de Saúde da zona urbana e 11 da zona rural, haverá postos volantes espalhados na cidade, sendo um na Caixa Econômica Federal, no Banco do Brasil, no Bradesco, Ceasa, Mercado Formosa e Mix Mateus.

 

SINTOMAS

 

O quadro clínico da influenza costuma ser mais grave. Ocorrem febre alta, calafrios, dor de garganta, tosse, mialgias e cansaço. As complicações mais temidas são pneumonia viral ou bacteriana, síndrome da angústia respiratória (SARS) e, nos casos mais graves, óbito. As complicações ocorrem de forma mais grave em crianças abaixo de 5 anos, idosos, gestantes e puérperas (pós-gravidez) e pessoas com patologias crônicas.

 

PREVENÇÃO

 

Para evitar o contágio, é preciso redobrar a atenção com a higiene das mãos e evitar aglomerações. Procure utilizar lenços descartáveis, evite tossir nas mãos, que são veículos de transmissão, lave sempre bem as mãos com água e sabão e use papel-toalha, evite lugares fechados e com grande número de pessoas, mantenha os ambientes ventilados e não compartilhe objetos de uso pessoal. A vacinação é uma das formas de prevenção mais eficientes e é indicada a partir dos 06 meses de vida.

 

IMUNIZAÇÃO

 

A vacina disponível cobre os três subtipos (H1N1, H1N1 tipo B e H3N2). Porém, ela tem maior eficácia para o H1N1. A duração da imunização é em torno de um ano. O melhor período de imunidade contra a doença é após um mês até o quinto mês.

 

Para elaboração da vacina, a OMS recolhe amostras dos vírus Influenza em todo o mundo e aponta quais os tipos estão mais aptos a circular.

 

Os principais efeitos colaterais da vacina são dor local e febre baixa. Ela é contraindicada nos casos de febre alta (acima de 39ºC) e doenças ou remédios que alterem a imunidade. Para quem está fazendo uso de corticoide, a vacinação precisa ser orientada pelo médico.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik