Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Informes rápidos do eliaslacerda.com

Uma perda que ainda mexe com Matões

A perda do tabelião Mário Júnior há mais de dez dias ainda continua mexendo com Matões. No velório praticamente todas as mais importantes personalidades da cidade marcaram presença. Deputado federal Rubens Júnior, ex-prefeita Sueli Pereira, atual prefeito Ferdinando Coutinho, juiz de direito Simeão Pereira e outros estiveram na despedida do tabelião.

O ex-deputado estadual e ex-prefeito Rubens Pereira foi um dos que mais sofreu com a perda do amigo. Rubão foi prefeito na década de 1990 e Mário Júnior foi seu vice.

 

Envenenamento?

A perda repentina de Mário Júnior provocada por diversas hemorragias no estômago fez alguns espalharem que poderia o tabelião ter sido vítima de envenenamento. A polícia civil tratou de investigar e no IML de Timon foram realizados procedimentos no corpo de Mário Júnior para exame onde o material colhido foi levado para São Luis.

Até onde o eliaslacerda.com ficou sabendo o resultado do exame ainda não saiu.

 

Muita medicação teria provocado a morte do tabelião

Entre parentes e amigos a opinião convergente é a mesma dos médicos que atenderam o tabelião em Caxias no hospital estadual da Macroregião. Eles acreditam que os sangramentos foram provocados por excesso de medicação que Mário Júnio tomavar. Quem convivia com o tabelião diz que todos os dias ele tomava potentes doses de medicação contra dores que sentia nas articulações pelo tempo em que praticou uma de suas maiores paixões, o futebol.

Com apenas 58 anos, Mário Júnior para a maioria de seus amigos e parentes, faleceu num de seus melhores momentos da vida, já que financeira e emocionalmente demonstra está na sua melhor fase.

 

Roseana e ex-comandante da PM de Timon na trama contra Flávio Dino

Acima o coronel Zanoni com a governadora Roseana. Na época ele era o comandante geral da PM no Maranhão

Sem dúvidas uma das notícias mais importantes da semana passada foi a revelação da trama que a ex-governadora Roseana Sarney planejou para Flávio Dino em 2014, nas véspera da eleição de 2014. Um inquérito instaurado pela Polícia Militar confirmou uma armação do grupo Sarney para tentar inviabilizar a vitória do então candidato a governador Flávio Dino., nas eleições de 2014. Uma operação policial direcionada a um irmão do então candidato foi armada para tentar criar uma denúncia contra Dino.

Três anos depois, um inquérito militar confirmou que houve conduta arbitrária, ilegal e abusiva e que a decisão da operação partiu diretamente do antigo comando da corporação, chefiada por Roseana e que tinha à frente do Comando geral, o coronel Zanoni Porto.

Os militares envolvidos na trama, Zanoni Porto e José Carvalho, cumpriram integralmente o teor do acordo judicial e reconheceram a prática de conduta arbitrária, ilegal e abusiva.

 

Assumiu o comando da PM de Timon na gestão Jackson Lago

Para quem não sabe, Zanoni foi comandante da PM de Timon, tendo assumido o cargo no governo Jackson Lago no dia 19 de janeiro de 2019, em lugar do Major Inaldo Belém.

O tempo passou e atualmente o coronel Zanoni, de acordo com o blog do Lauremar, é filiado ao PRTB de Imperatriz onde estuda a possibilidade de ser candidato a deputado estadual nas eleições do próximo ano.

Prefeito de Tuntun de olho na vaga de Carlos Brandão

O prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, pode até não afirmar em público, mas tem interesse sim na vaga de vice-governador de Flávio Dino em 2018.

Ético, o presidente da Famem por enquanto apenas observa a performance do atual vice-governador Carlos Brandão que luta para deixar o PSDB na base do governador no próximo ano, uma incerteza que paira sobre a cabeça de todos os aliados de Flávio Dino.

Caso Brandão fraqueje nesta missão, Tema pode surgir como opção para o governador.

 

Ex-jogador Bebeto promete participar de pelada no final do ano em Mirador

 

 

Sarney e a força sobre Aluízio Mendes

E o deputado federal Aluízio Mendes, do partido Podemos, hein?  Considerado homem de confiança da ex-presidenta Dilma Roussef, resistiu ao governo Temer até às vésperas da votação do pedido de autorização para o presidente ser investigado. Numa demonstração de que o ex-presidente Sarney tem mesmo forte influência sobre suas ações no mandato, Aluízio teve que esquecer o passado e votar a favor de Temer.

Fazer o que? Afinal, quem seria mesmo Aluízio Mendes sem Sarney? Muito provavelmente nunca teria sido Secretário de Segurança do Maranhão e muito menos deputado.

 

Morte na escola municipalO final de semana foi de funeral para os profissionais que trabalham na escola municipal Padre Fábio, no bairro Santo Antonio em Timon. Um vigia da escola faleceu dentro da unidade de ensino no último sábado (12). O eliaslacerda.com não conseguiu saber o nome do vigia, mas fomos informados que ele foi encontrado morto dentro do banheiro do colégio.

Acredita-se que ele tenha sofrido um infarto.

O corpo do vigia foi velado na própria escola neste domingo (13).

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael