Motocicleta é o alvo principal dos bandidos para roubo de veículos em Timon; possuir esse transporte virou um perigo

Veículo de transporte econômica e um bem de valor mais acessível a maior parte da população, as motocicletas se transformaram numa alternativa de transporte rápido para muitos assalariados e trabalhadores no Brasil. No Nordeste brasileiro o veículo se espalha por diversas cidades sendo figura constante no cenário do trânsito.

Mas se as motocicletas facilitaram a vida de muitos, elas também se tornaram as mais visadas pelos ladrões que tem nesse tipo de transporte o seu preferido veículo para a prática criminosa. Os criminosas que as usam para a prática de pequenos crimes como roubos e assaltos a pequenos estabelecimentos comerciais e a pessoas,  sabem que a motocicleta é o veículo ideal, afinal são econômicas e lhes dão maior mobilidade no trânsito.

Na foto logo acima guardas municipais recuperaram uma moto que os ladrões escondiam dentro de um bueiro nas proximidades da Ponte Metálica.

Em Timon possuir uma motocicleta tornou-se um perigo, pois costumeiramente os ladrões tem atacado os proprietários deste tipo de veículo para tomá-las e usá-las na prática de crimes ou até mesmo para o desmonte para a venda das peças.

O crime de roubo de motocicleta virou uma praga e tem dado trabalho para o policiamento ostensivo. Policiais militares e guardas municipais diariamente se vem envolvidos no trabalho de perseguição e captura de elementos criminosos que andam em motocicletas roubadas pela cidade.

Os dados impressionam. Só a polícia militar de Timon no último mês de janeiro recuperou quase 50 motocicletas roubadas na cidade.

Foram ao todo 47 motos recuperadas contra 8 carros,úmeros que deixam claro a preferência dos bandidos.

O eliaslacerda.com não teve acesso aos números da guarda municipal que também tem recuperado veículos roubados na cidade, mas pelos números da polícia militar acredita-se que por mês os ladrões estão roubando em Timon quase 100 motocicletas, pois tem aquelas que não são recuperadas que vão para desmanches ou são levadas para outras cidades por quadrilhas especializadas.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte
WhatsApp chat