Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Prefeitura de Timon respondeu solicitação do Ministério Público e fez um pedido

A prefeitura municipal de Timon fez uma série de esclarecimentos atendendo ao documento do Ministério Público da Probidade,  que na semana passada fez Recomendação pela não realização do show do cantor nacional João Gomes, programado para o próximo dia 21, no aniversário da cidade ( reveja matéria inicial clicando aqui).

No documento enviado a promotoria da probidade, o governo municipal informou que um dos argumentos da promotoria que revela preocupação com o avanço da Covid-19 em Timon,  colocando o show como um possível problema de agravamento sanitário, para o município não tem muita razão de ser, pois a cidade tem controle da doença tem sido destaque no estado como a que mais vacinou, tendo inclusive iniciado a vacinação de bebês.

Os casos de internação da doença também estão em controle.

A prefeitura lembrou ainda que os governos do Maranhão, do estado do Piauí e outros, como prefeituras da região e de outras partes do país, estão promovendo shows e eventos neste período de final de ano, como forma de recompensar setores que foram prejudicados com a pandemia, como hotéis, pousadas, bares, restaurantes e a economia em geral que sofreu grande impacto com a pandemia.

O outro ponto de argumento da administração municipal foi relacionado a programação de aniversário da cidade de Timon. “Esta é uma atividade que está dentro do orçamento. Todo ano tem aniversário da cidade e não podemos mudar para outra data. Temos uma série de atividades. É como o Zé Pereira. Tá dentro da previsão orçamentária. Não será apenas o show do João Gomes. Temos também o show do cantor gospel de renome nacional Jessé Aguiar e muitas outras atividades. Então diante disso, foram enviadas as nossas explanações e explicações ao promotoria e pedimos que ele reconsiderasse a sua Recomendação. Estamos aguardando agora a posição dele”, disse o Secretário Municipal de Governo, Sanei Sampaio.

A programação de aniversário de Timon segue sem alteração, mas agurada também uma posição do promotor Sérgio Ricardo Martins em relação a solicitação de pedido de Reconsideração por parte da administração municipal.

Agora é esperar para ver no que dará…

2 cometários

Ivanilde Gomes
Comentou em 06/12/22

Concordo em todos os argumentos porém em janeiro voltamos a essa reportagem e aí sim ! Passamos para os.proximos capítulos .

Marcelo Martins
Comentou em 06/12/22

Esse show está cheio de irregularidades.
A Fundação Municipal de Cultura na pessoa da Secretária Leylianne Monteiro alega não ter informações sobre o evento que ela contratou de acordo com o Diário Oficial do Município.
A única informação que há é de que uma cervejaria fechou patrocínio, mas que patrocínio é esse se não houve Edital de chamamento para as empresas participarem e oferecerem contrapartida ao município para custear o show ou a sua organização?
Eles escolheram um “parceiro” para vender a cerveja e querem dar o Bar do evento para esse amigo deles.
Os barraqueiros estão impossibilitados de concorrer a alguma barraca nesse evento que é pago totalmente com dinheiro público.
A secretária deveria saber que o que rege a Administração pública são; TRANSPARÊNCIA, PUBLICIDADE, LEGALIDADE E principalmente IMPESSOALIDADE.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael