Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Assista em vídeo: Foragido há quase três meses, homem acusado de matar jovem no Ceará foi capturado nesta sexta (12) em mata no Piauí

O vaqueiro José Pereira da Costa, conhecido como ‘Zé do Valério’, foi preso na manhã desta sexta-feira (12) na cidade de Buriti dos Montes, no Piauí. Ele é suspeito de estuprar e matar a universitária Danielle de Oliveira Silva, no dia 25 de abril, em Pedra Branca, na região do Sertão Central do Ceará.

De acordo com a Secretaria da Segurança, policiais militares da Força Tática e do serviço reservado na região de Crateús efetuaram a prisão após uma denúncia anônima. Contra ele já tinha um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pela Justiça após o crime.

Segundo os policiais, o suspeito estava escondido em uma região de mata na localidade de Jatobá Medonho, no Piauí. Valério foi conduzido pela Polícia Militar para uma delegacia até que seja decidido o local onde ele ficará preso.

A prisão ocorreu após mais de dois meses de perseguição em áreas de mata de cidades nordestinas. Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) foi usado na operação policial para localizar o suspeito.

Ainda segundo a polícia, Zé do Valério foi perseguido por diversas cidades, mas ele sempre conseguia fugir pela mata. O vaqueiro sobrevivia nas matas por meio de caça.

No último esconderijo, os agentes de segurança que participaram da prisão apreenderam panelas e o material que ele usava para preparar comida.

Universitária assassinada 

pedra branca  
Danielle Oliveira, de 20 anos, foi encontrada morta na quinta-feira, na zona rural de Pedra Branca. Foto: reprodução

Zé do Valério é suspeito de assassinar Danielle Oliveira Silva, de 20 anos, que foi encontrada morta no dia 25 de abril deste ano com sinais de agressão no rosto. O corpo da jovem estava no sitio da família, em Pedra Branca. O crime revoltou os moradores da cidade.

O vaqueiro havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de ser morta. Ele prestava serviços como vaqueiro e amansando animais.

Danielle era filha de pequenos produtores rurais de queijo e cursava faculdade de Administração. A jovem também era dona de uma pequena loja na cidade.

 

Com texto do Diário do Nordeste e vídeo do jornal O Povo

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael