Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Audiência com filho acusado de participação na morte do pai ex-prefeito de Barra do Corda, foi adiada

Acima Júnior Nenzim (Mariano) quando chegava ao fórum de Barra do Corda para audiência que acabou não acontecendo.

A primeira audiência de instrução do processo que envolve o assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda Manoel Mariano Sousa, o Nenzim que seria realizada na tarde desta terça-feira (13) foi adiada mesmo o réu Mariano Filho estando presente.

Logo que chegou ao Fórum, o advogado de defesa Carlos Augusto Moraes declarou à imprensa que iria entrar com um pedido de adiamento da audiência alegando que novas provas periciais haviam sido incluídas ao processo no final da tarde de segunda-feira. “Não houve tempo hábil nem pra defesa e nem para o Ministério Público ter conhecimento dessas perícias”, declarou.

Ainda de acordo com o advogado, os laudos periciais jamais poderiam ser anexados uma vez que o delegado regional já havia encerrado o inquérito e entregue à justiça. “Qualquer ato praticado no mesmo inquérito só pode ser por requisição do Ministério Público ou por deliberação do juízo”, completou Carlos Moraes

No final da tarde, Júnior do Nenzim voltou para São Luis onde vai permanecer preso à disposição da justiça. O juiz Antonio Elias Queiroga Filho disse que o adiamento da audiência de instrução não atrapalha em nada o andamento do processo.

(blog do Adonias Soares)

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael