Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Bandidos abandonam SW4 e não explodiram carro-forte porque um vigilante estava preso entre as ferragens

 

O ataque ao carro-forte ocorrido no começo da noite de ontem (22) na BR 316 entre Timon e Caxias terminou sem nenhuma vítima fatal, mesmo com o carro capotando nas margens da rodovia e deixando um dos seguranças preso entre as ferragens. O ataque ao veículo da transportadora de valores Prossegur aconteceu cerca de um quilômetro após o povoado Campo Grande e o motorista e os seguranças foram socorrido pelo Samu e o Corpo de Bombeiros e levados para UPA de Timon onde foram atendidos.

Ainda na noite de ontem os bandidos abandonaram um dos veículos utilizados utilizado na tentativa de assalto, uma SW4 de cor branca. O carro foi queimado por eles dentro do mato numa estrada vicinal nas imediações do povoado Brejinho.

De acordo com o delegado regional da polícia civil, Humaitan Oliveira, os bandidos podem não ter explodido o carro-forte  por conta de um dos seguranças ter ficado preso entre as ferragens do veículo após o carro ter caído num barranco às margens da estrada.

As polícias civil e militar continuam na busca de prender os criminosos. O trabalho de investigação e tentativa de localizá-los acontece principalmente na região de Caxias, para onde acredita-se que tenham fugido.

1 comentário

Rogério Soares Cardoso
Comentou em 23/02/18

Ainda bem que não aconteceu algo pior com a vida desses seguranças.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael