Oposição pode derrotar aliados de Luciano Leitoa na eleição da Câmara nesta sexta (23)

Engana-se quem pensa que a eleição para a presidência da Câmara Municipal de Timon prevista para esta sexta-feira (23) esteja já definida com chapa única. Uma possível debandada de vereadores da base do prefeito Luciano Leitoa pode provocar uma reviravolta e eleger candidato fora dos interesses do governo municipal.

O problema para os governistas estaria em quatro vereadores da base: Dr. Tuá (PMN), Helber Guimarães (PEN), Cláudia Regina (PMB) e Cacá do Frigosá (PSB). As reclamações dos quatro residiriam na falta de valorização do governo Luciano Leitoa e a nova composição da chapa que tem Juarez Morais como presidente. Eles queriam ter ocupado melhores posições na chapa do vereador.

Os quatro vereadores votando em uma chapa opositora e somados aos 8 votos da oposição podem imprimir derrota aos governistas.

Pra piorar ainda a situação, segundo fontes do eliaslacerda.com, os quatro vereadores não estariam atendendo ligações telefônicas na tarde desta quinta de aliados do governo, o que acendeu a luz amarela nos articuladores políticos do prefeito.

Outro agravante da situação, segundo fontes o prefeito Luciano Leitoa não estaria em Timon, mas em viagem a São Luis tratando de assuntos relacionados a reforma da Ceasa, projeto com recursos do governo Flávio Dino.

Diante destes fatos a pergunta que se faz agora é: será que a base de Luciano Leito pode eleger um vereador que não seja do seu interesse? A eleição para presidência da casa será nesta sexta-feira pela manhã.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik