Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Comerciante assassinado em Timon será sepultado na manhã desta quarta

O comerciante Manoel Dias Carneiro, 55 anos, que foi morto a tiros no início da manhã de ontem (13) será sepultado na manhã desta quarta-feira (14). Ele tinha acabado de abrir seu comércio no dia de ontem na Vila Cícero Ferraz, em Timon (MA), quando foi baleado por assaltantes.

Familiares contam que duas mulheres foram assaltadas na frente do comércio do Seu Né, como Manoel era conhecido, e tentaram escapar do assalto correndo para dentro da mercearia.

“Elas disseram que foram assaltadas e levaram seus pertences. Quando o Né saiu para ver o que era os assaltantes atiraram nele e fugiram”, conta Maria da Cruz dos Santos, mãe da nora de Manoel.

A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho da UPA de Timon. Populares contam que dois homens participaram do assalto e fugiram em uma motocicleta.

Na calçada do comércio é possível ver restos de projéteis de arma de fogo. Manoel era comerciante há mais de dez anos em Timon. Populares contam que ele era querido pela população e lamentam a falta de segurança na região.

“Mataram um cidadão. Acabaram com a família toda. Esperamos que a justiça de Deus seja feita porque no país onde a gente vive não existe lei para o cidadão”, lamenta Maria da Cruz.

O filho do comerciante, Manoel Filho, acredita que o pai tenha tentado reagir ao assalto sofrido pelas mulheres.

“Ele era duro e, apesar de um pedir do todo dia, ele dizia que se fosse assaltado iria reagir”, conta o filho, que tinha mais quatro irmãos.

O rapaz diz ainda que o pai tinha uma arma de fogo guardada no comércio e há suspeita de que os assaltantes tenham roubado o revólver. “Não encontramos a arma”, acrescenta o filho da vítima.

Abalado com a morte do pai, Manoel Filho lamenta não ter visitado o pai no início da manhã de hoje. “Todo dia eu vinha aqui visitar ele de manhã. E logo hoje eu não vim. Espero que a justiça seja feita”, pede.

O delegado Renato Cordeiro, titular da Delegacia do Menor Infrator, esteve no local e disse que vai procurar identificar a mulher assaltada para que ela preste depoimento e tentar identificar o suspeito.

“Vamos tentar identificar possíveis testemunhas do fato. Tivemos informações que os autores assaltaram antes uma jovem que ficou ferida e que será fundamental para a gente elucidar o caso”, declarou o delegado que disse ainda que a maior parte desses roubos são feitos por adolescentes.

(Do cidadeverde.com)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael