Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Dois policiais militares do Piauí são acusados de dar sumiço a 300 mil reais que seriam roubados de agência bancária

Os dois policiais estão presos, mas o comando da PM não falou sobre o assunto

Nesta segunda-feira (22), a Polícia Civil do Piauí divulgou um novo vídeo gravado no dia do assalto à uma agência do Banco do Nordeste, na zona leste de Teresina, ocorrido em 19 de dezembro de 2017.

Nas imagens, é possível perceber que dois policiais militares saíram da agência carregando caixas com o dinheiro que os assaltantes roubariam na ação criminosa. Na ação, os criminosos chegaram a levar R$ 700 mil da agência, dos quais somente R$ 412 mil foram recuperados.

“O vídeo demonstra que a quantia que foi objeto de tentativa pelo grupo criminoso foi, de fato, mantida no interior da agência e os policiais militares se apoderaram do mesmo e, com a alegação que encaminhariam ao Greco, saíram com toda a quantia para rumo ignorado”, afirmou o delegado Gustavo Jung, responsável pelo inquérito que investiga o assalto.

Cerca de R$ 300 mil sumiram após o assalto (Crédito: Reprodução )
Cerca de R$ 300 mil sumiram após o assalto (Crédito: Reprodução )

No dia do assalto, a família da gerente administrativa do banco foi feita refém e um dos assaltantes foi até a agência com a vítima, onde teve acesso ao cofre da agência. A ação, no entanto foi abortada ainda no interior do banco e todo o dinheiro foi apreendido por dois policiais do 5ª Batalhão, que permanecem presos.

O caso do desaparecimento do dinheiro após o assalto está sendo investigado pela Polícia Militar, que informou que o inquérito já foi concluído e encaminhado par a Central de Inquéritos. No entanto, o responsável pelo inquérito, Major John Feitosa, solicitou mais 20 dias para a conclusão, tendo em vista que alguns resultados de perícias ainda não ficaram prontos.

(Do Meio Norte)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael