Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Em dois meses Teresina registrou 506 roubos de veículos

Nos dois primeiros meses de 2019 foram registrados 506 roubos de veículos em Teresina, um crescimento de 15,79% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 436 veículos haviam sido roubados. Os dados são do relatório de estatísticas criminais da Secretaria de Segurança Pública do Piauí. O maior número de roubos aconteceu em janeiro, fechando um total de 257. Em fevereiro foram registradas 249 ocorrências.

Apesar do número de roubos superar 500 veículos, o que dá uma média de oito ocorrências por dia, entre janeiro e fevereiro deste ano houve uma redução de 3% neste tipo de crime.

De acordo com a Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter), o trabalho de fiscalização e de inteligência tem sido fortalecido desde 2017, o que tem se refletido nos números. “Normal nunca está, mas a gente trabalha para reduzir”, afirmou o delegado Everton Férrer, coordenador da Polinter.

Segundo a Polinter, no primeiro trimestre de 2019, chega a 62 o número de mandados de prisão envolvendo roubos de veículos. O dado já é maior que a metade registrada no ano passado, quando 117 mandados foram expedidos. Ainda de acordo com a Polinter, o índice de recuperação de veículos é de 73%. Um balanço completo da Segurança estadual deverá ser divulgado na próxima semana.

Ação preventiva

Para o delegado da Polinter, a ação integrada com a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem sido importante para o combate ao crime envolvendo veículos. Segundo ele, o roubo de um carro, por exemplo, precede outros crimes, como assaltos. “Em sua maioria os veículos são roubados para outras práticas criminosas”, pontuou.

A prevenção através do desmonte do comércio criminoso é uma das saídas. “Só pegar quem rouba não adianta, temos que quebrar a cadeia que envolve os receptadores, desmontadores e adulteradores, por exemplo”, informou Ferrer.

Nesta semana a polícia descobriu uma casa na zona Norte de Teresina que servia como um depósito de motocicletas roubadas, além de placas, lacres e outras ferramentas.

Foto: Divulgação Polinter

Cuidados

Cuidados básicos como a atenção na entrada e na saída de casa, do trabalho e de pontos comerciais são importantes. De acordo com a Polinter, 90% dos casos de roubos de veículos se dão nessas situações quando o condutor é obrigado a parar ou reduzir a velocidade.

“Estacionar em locais fechados, com movimentações de pessoas. Sabemos que isso não inibe mas dificulta a prática criminosa. O criminoso procura uma situação de fragilidade”, alertou o delegado.


Do cidadeverde.com

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael