Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Justiça do Maranhão manda prender irmão de deputado acusado de mandar matar agricultor rural

Os desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) determinaram a prisão do empresário Pedro Teles (foto acima), filho do ex-prefeito Nenzim, de Barra do Corda, e irmão do deputado estadual Rigo Teles.

“Considerando a orientação firmada pelo Plenário do STF, nos autos do Habeas Corpusnº 126.292, Rel. Min. Teori Zavascki, ratificado nas medidas cautelares nas ADCs nº 43 e 44, de relatoria do Min. Marco Aurélio, e ainda, reafirmada em sede de repercussão geral, nos autos do ARE 964.246, Rel. Min. Teori Zavascki, após esgotadas as instâncias ordinárias de julgamento, expeça-se mandado de prisão e guia de recolhimento provisória em desfavor do embargante”, decidiu a desembargadora Ângela Maria Salazar.

Pedro Teles é acusado de ter encomendado a morte do trabalhador rural Miguel Pereira Araújo, o Miguelzinho, que teria invadido terras do empresário em Barra do Corda. O crime ocorreu em 1997. Ele foi condenado a 21 anos de prisão e recorria em liberdade até o trânsito em julgado da sentença.

DECISÃO

Após o julgamento dos embargos, os Desembargadores decidiram que será expedido o mandado de prisão. Pedro Telis estava recorrendo em liberdade após haver sido condenado, em 2012, a 21 anos de prisão como mandante.

A segunda câmara criminal do TJ – Maranhão na sessão do dia 09 de novembro rejeitou os Embargos de Declaração n° 26490/2017 na Apelação Criminal n° 18059/2013 que figura como embargante Pedro Alberto Telis de Sousa.

(Do blog do John Cutrim)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael