Águas de Timon
Policial

No Ceará homem mata a mulher e forja acidente para ganhar R$ 1 milhão de seguro



Hotel Parna


O caso sobre a morte de uma mulher vítima de um acidente de carro, em Aurora, no Ceará, ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira (8). O marido dela, que é o suspeito de matar a própria esposa, Maria Aparecida de Lima Ferreira Rangel, fingiu que a companheira tinha morrido da colisão para receber um seguro no nome do casal de R$ 1 milhão.

As informações foram divulgadas hoje pelo delegado responsável pelo caso, Felipe Marinho. Para executar a mulher, o suspeito, Erivan de Lima, usou uma barra de ferro. Outro homem também participou do assassinato. Os dois estão presos no município. A versão contada pelo marido à polícia foi de encontro às provas realizadas pela perícia.

“A versão do acidente dada por ele foi muito estranha, já que ele não teve nenhuma lesão, apenas a mulher, e só na cabeça da mulher, (feita) por um objeto contundente. Ele não foi ao velório, nem ao enterro, e dias depois apareceu já com advogado na delegacia”, disse o delegado Juliano Marcula, delegado regional de Juazeiro do Norte.

Descoberta

O delegado responsável pelo caso disse que, na quebra de sigilo bancário, foi identificada uma apólice de seguro, assinada em 6 de novembro de 2017. “As investigações demonstraram, por vários elementos, que de fato a Maria Aparecida de Lima Ferreira Rangel não foi vítima de um acidente e sim foi morta pelo seu próprio marido. Perícias médicas corroboraram”, concluiu o policial.

Do Noticias ao Minuto

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte