Polícia acredita que moradores da região podem ter auxiliado os bandidos no ataque a carro forte no interior do Piauí

A Polícia Civil acredita que moradores da região possam ter participado da ação criminosa que resultou na interceptação de um carro-forte próximo à cidade de Água Branca, a 98 km da Capital. A ação criminosa dos bandidos foi bem sucedida e o valor roubado não foi revelado.

“Acreditamos que alguém da região tenha participado. O local era de difícil acesso e de pouco conhecimento”, declarou o delegado Emir Maia, gerente de policiamento no interior.

Simultaneamente a ação no Sul do Piauí, um veículo de transporte de valores também foi alvo de bandidos entre as cidades de Altos e Campo Maior. O roubo pode ter chegado a R$ 1,2 milhão. Quatro seguranças ficaram feridos.

Policiais civis do Núcleo de Inteligência e do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) investigam os casos que ocorreram na tarde desta segunda-feira (19). Apesar da semelhança, o delegado ainda não confirma a participação do mesmo grupo criminoso nos dois roubos.

“Em 2017, o Greco prendeu mais de 100 criminosos que atuam em ataques a carros-forte e estourando bancos. Recentemente, alguns estão em liberdade. As suspeitas recaem sobre indivíduos que ano passado estavam presos e foram postos em liberdade. A suspeita que seja um grupo só é apenas indiciária. As investigações estão encaminhadas e teremos um resultado satisfatório”, declarou delegado Emir Maia.

(Do cidadeverde.com)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik