Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Polícia federal do Maranhão prende blogueiros em São Luis e explica operação

A polícia federal em São Luis efetuou na manhã desta terça-feira (21) várias prisões. O trabalho faz parte da operação Turing, com objetivo de desarticular uma organização criminosa composta por servidores públicos e particulares que causavam embaraços a investigações da PF no Maranhão. Entre os presos, vários blogueiros.

Veja abaixo a nota publicada pela assessoria da Polícia Federal sobre a operação:

PF INVESTIGA GRUPO QUE COLOCAVA EM RISCO SIGILO DE OPERAÇÕESSão Luis/MA – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (21/3) a Operação Turing, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa composta por servidores públicos e particulares que causavam embaraço a investigações da PF no estado.

Aproximadamente 80 policiais federais estão cumprindo 23 mandados judiciais, sendo quatro de prisão temporária, quatro de condução coercitiva e 15 de busca e apreensão, em residências e locais de trabalho dos investigados. As ordens judiciais foram expedidas pela 2ª Vara da Justiça Federal de São Luis/MA.

A investigação, iniciada em 2015, revelou que um policial federal revelava antecipadamente fatos sob sigilo de Justiça a blogueiros. Estes, por sua vez, ameaçavam funcionários públicos e empresários e pediam valores em troca da não divulgação na mídia local dos fatos descobertos em desfavor deles.

Os investigados aproveitavam também a oportunidade para fugirem ou destruírem provas. Em troca, o servidor público era agraciado com publicações na imprensa em seu favor, permitindo sua inserção em cargos de confiança do Estado. Ele chegou a assumir a função de Secretário Adjunto da Administração, Logística e Inovação Penitenciária.

A PF apura ainda possíveis frustrações do caráter competitivo de licitações do sistema prisional, bem como eventuais desvios na execução de verbas públicas.

O nome da operação é uma referência a Alan Turing, um cientista e matemático britânico responsável pelo desenvolvimento de uma máquina utilizada durante a Segunda Guerra Mundial, capaz de interceptar e decodificar dados criptografados transmitidos pela máquina Enigma. Por analogia, a investigação buscou desvendar, esclarecer os dados religiosos praticados pelos investigados.

ENTREVISTA COLETIVA
Horário – 10h
Local – auditório da Superintendência de Policia Federal em São Luis/MA.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
Ateliê dos Doces