Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Polícia procura acusado de render subtenente da PM de Timon e levar sua pistola

Subtenente Francisco Geovane Clímaco – Momentos difíceis passou quando foi rendido por bandidos

No último sábado (18), por volta das 10 e meia da manhã, quando trafegava de moto pela avenida Parnarama em Timon  no sentido Parque Alvorada para o bairro Mutirão; o subtenente PM Francisco Geovane Clímaco, do 11º BPM local, relatou ao eliaslacerda.com ter vivido uma de suas piores experiências na vida ao sofrer um assalto.

De acordo com o subtenente, ele andava pilotando sua moto com um sobrinho na garupa, quando nas imediações da Vila Monteiro seis marginais saíram do mato com um revólver e 2 espingardas. Mesmo treinado e armado, o militar não teve como reagir pois temeu colocar em risco a vida do sobrinho.

Francisco Geovane Clímaco foi dominado, agredido e teve sua pistola arrancada de sua cintura, tendo sofrido chutes no ombro e um soco abaixo do olho.

Acima veja Tatilo Felipe da Rocha Silva- o “Tati”- acusado de ser o homem que ficou com a pistola do militar.

Logo após os bandidos fugirem com sua arma, Geovane Clímaco acionou seus companheiros da polícia militar que numa ação rápida, em 30 minutos conseguiu apreender o menor J. V. S. R (15 ANOS) que  informou em depoimento que o elemento conhecido como Nego “Tati” era quem chefiava o bando e que o mesmo se apossou da arma do subtenente.

Segundo o subtenente, o nome verdadeiro do acusado é Tatilo Felipe da Rocha Silva , sendo que o mesmo já tem passagens pela polícia.

De posse das informações iniciais dadas pelo menor, as diligências dos policiais militares continuaram e pouco tempo depois foi preso um segundo envolvido no roubo: Francisco Ribeiro de Sousa, que atende pela alcunha de  “Tito”.

Acima veja Francisco Ribeiro de Sousa – o “Tito”, um dos presos pela ação contra o subtenente.

O subtenente Clímaco compareceu à Central de Flagrantes e fez o reconhecimento do suspeito e este confessou que teve participação no roubo e em seu depoimento disse que logo após o assalto o nego TATI pegou um táxi e foi pra Teresina.

O menor e segundo suspeito preso foram autuados em flagrante pelo delegado George Thales. O Subtenente disse: “É claro que agradeço muito a Deus por estar vivo (glorificado seja sempre o nome do Senhor) mas estou bem. Entretanto muito muito triste…. Preciso muito do apoio e das orações de todos os amigos”.

O subtenente PM Francisco Geovane Clímaco é um dos mais conhecidos e queridos militares de Timon. Tem trabalho reconhecido no Proerd – Programa de Combate às Drogas feito em parceria com a educação municipal e também participa ativamente dos movimentos da igreja católica da cidade.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael