Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Cantor Amado Batista é acusado de cobrar 70 reais para tirar fotos com fãs no Ceará

O cantor Amado Batista viu seu nome ser envolvido em uma polêmica nessa sexta-feira (29). O músico veterano se apresentou em um show público da prefeitura de Tamboril, Ceará, na noite de quinta-feira (28/07). E o que era para ser um dia marcante para a população do local, acabou se tornando decepcionante para parte dos admiradores do cantor.

Isso porque, fãs de Amado Batista alegaram que o artista estava cobrando valor em dinheiro para tirar fotos após sua apresentação musical. A informação foi divulgada com exclusividade pela jornalista Samila Gomes. Segundo a comunicadora, populares que queriam tirar fotos com Amado Batista precisavam antes comprar algum produto, para ganhar uma pulseira que custava cerca de R$ 70,00.

Quem não tinha condições de arcar com o valor estipulado, era barrado por seguranças e não podia se aproximar do camarim do músico. Em suas redes sociais, a jornalista que também esteve presente na apresentação musical, filmou o momento do tumulto, onde populares esbravejavam com seguranças que estavam na porta do camarim do artista.

Algumas pessoas na fila também apareciam com pulseiras reclamando do cantor e da organização do evento. De acordo com informações contidas no Diário Oficial do Estado do Ceará, Amado Batista teria desembolsado cerca de R$ 200 mil de cachê pelo show público. Zé Vaqueiro e Bell Marquez também se apresentaram no evento.

A reportagem entrou em contato com assessoria de imprensa do cantor Amado Batista que negou que o músico tenha cobrado qualquer valor em dinheiro para tirar foto com fãs: “Em 47 anos de carreira, nunca cobrou para tirar uma foto, não vai ser agora”, se defendeu o artista veterano, através de sua assessoria.

Assista ao vídeo abaixo com as reclamações de populares:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael