Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Eleição para presidência da Câmara de Timon não tem nova data definida para acontecer; entenda o caso

Prevista para acontecer na manhã desta sexta-feira (23) a eleição para a presidência da Câmara Municipal de Timon não houve. Um recurso do vereador José Carlos Assunção apresentado no dia de ontem (22) apontando como sendo uma irregularidade o presidente Uilma Resende ter promulgado sozinho e não a mesa diretora, a a data para a realização do pleito, acabou suspendendo a eleição.

Numa sessão extraordinária sem o presidente da casa, vereadores que estariam dispostos a apresentar uma chapa com Helber Guimarães como candidato a presidente, promoveram uma sessão que teve a vereadora Socorro Waquim no comando.

Com a suspensão do pleito, agora a nova eleição não tem data definida para acontecer. O recurso do vereador José Carlos do PSB vai ser encaminhado para a Comissão de Constituição e Justiça da casa que tem como integrantes os vereadores Juarez Morais (SD), Chagas Cigarreiro(PSB) e Ivan do Saborear (PTB).

A comissão tem dez dias para avaliar e emitir parecer acatando ou negando o recurso do vereador.

Tivesse ocorrido a eleição nesta sexta-feira (@#) duas chapas com vereadores da base do prefeito Luciano Leitoa concorreriam no pleito: Uma encabeçada pelo vereador Juarez Morais, do Solidariedade, e outra com Hélber Guimarães, do PEN, como candidato a presidente apoiado por vereadores do governo e da oposição, esta última com mais chances de vencer já que estava contando com o apoio declarado de 12 dos 21 vereadores da casa.

 

A base dividida e os motivos

Helber à esquerda acima e à direita Juarez Morais : disputa por espaços na Câmara e no governo Luciano Leitoa

Como bem anunciou ainda na noite de ontem (22) este eliaslacerda.com, a base do prefeito Luciano Leitoa está dividida na Câmara Municipal sobre a eleição para presidência da casa. Fora os discursos políticos, o que está acontecendo mesmo de fato nestes momentos de pré-eleição é um jogo duro pelo poder, por mais espaços na própria Câmara, e no caso do vereadores governistas, mais espaços na administração Luciano Leitoa.

Sabe-se nos bastidores que Dr. Tuá, Hélber Guimarães, Cacá do Frigosá e Cláudia Regina se sentem pouco valorizados pela administração Luciano Leitoa na prefeitura e na Câmara Municipal por Uilma Resende e por esta razão compuseram com a oposição. Sabiamente  e  percebendo o litígio interno governista, a oposição não pensou duas vezes na hora de decidir compor com os insurgentes, pois sabe que assim o fazendo também terá mais espaços no legislativo com uma chapa que venha ajudar a eleger.

Simples assim…

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael