Saúde

Francês que escalava prédios cai do 68º andar e morre

Veja o vídeo acima

Um francês famoso por escalar prédios, torres e monumentos ao redor do mundo morreu ao supostamente cair de um prédio residencial em Hong Kong, disse a polícia local (veja vídeo acima).

O nome do escalador não foi divulgado, mas, segundo a imprensa local, trata-se de Remi Lucidi, de 30 anos, famoso nas redes sociais por filmar suas escaladas em arranha-céus.

A polícia de Hong Kong disse que o corpo de um homem de 30 anos, que supostamente praticava esportes radiciais, foi encontrado em um pátio na área nobre da cidade.

Os policiais conduziram uma investigação inicial e disseram que ele aparentemente caiu de um telhado. Ainda segundo a polícia, nenhuma nota de suicídio foi encontrada no local, e a causa da morte terá de ser verificada por uma autópsia.

Segundo a mídia local, incluindo o jornal “South China Morning Post”, o homem era Lucidi. O Post citou uma fonte não identificada dizendo que ele foi visto pela última vez com vida batendo na janela de uma cobertura no 68º andar de uma torre residencial na noite de quinta-feira (28).

A Associated Press não conseguiu verificar sua identidade.

Lucidi, que usa o nome “Remi Enigma” nas redes sociais, postou pela última vez uma foto da visão noturna de Hong Kong há uma semana no Instagram e marcou o local como Times Square, no distrito comercial de Causeway Bay. A foto parecia ter sido tirada de cima.

Apoiadores lamentaram a suposta morte nas redes sociais.

Lucidi postou no Instagram enquanto escalava várias estruturas altas ao redor do mundo e tirava selfies, incluindo uma que ele legendou: “Acima do céu, a 425 metros” e marcou Dubai como localização.

Do G1

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade